“Mulheres no comando.”

“Mulheres no comando.”

2“Essas mulheres intensas estão sacudindo a indústria da beleza. O futuro é feminino. Além do mais, o futuro está aqui, como evidenciado por essas mulheres inspiradoras. De CEOs a fundadores de empresas que lançaram impérios de beleza, passando por educadores criando editoriais impressionantes enquanto ensinam a próxima geração, a influenciadores que lideram o estilo nas mídias sociais, essas líderes notáveis estão mudando a maneira como olhamos para a beleza. Mas como elas veem o mundo e que lições de vida ajudaram a permear essas visões? Vamos descobrir.”

O parágrafo acima abre a matéria de Julho de 2019 da revista americana Beauty Launchpad, que entrevistou algumas mulheres que estão realmente transformando o nosso setor.

Fui entrevistada em abril deste ano e é com muita alegria que compartilho aqui na íntegra o conteúdo, para que mais e mais mulheres possam se inspirar e mudar o mundo.

Obrigada, Launchpad!

Como você começou neste setor? O que tem de melhor lembrança de quando começou?

Posso dizer que nasci no setor, porque, desde a minha infância fui apaixonada por cabelos. Eu era muito nova e perto de casa havia um salão de beleza. O local era bastante conhecido na cidade de Assis, no interior do Estado de São Paulo, no Brasil. Como eu era criança ficava somente observando as clientes que saíam de lá. Certo dia fui falar com a dona e pedi emprego para ela, que dizia que não podia, pois eu era uma criança e as clientes não entenderiam. Não desisti e insisti. Vi o chão cheio de cabelos e ofereci minha ajuda para varrer o chão. Peguei todos os fios de cabelos, coloquei em um saco plástico e levei tudo para minha casa, onde comecei a trabalhar.

Fiz uma espécie de mural e separava os fios de cabelos. Com os trocados que recebia comecei a comprar produtos de alisamento e fazer testes nas nessas mechas e em mim mesma. Depois comecei a testar em minhas amigas.

Comecei a trabalhar como auxiliar e criava penteados e cortes. Misturava produtos e testava em mim mesma – o que me levou a buscar tratamentos efetivos com qualidade superior e acessíveis a todos.

Com 15 anos de idade, abri meu próprio salão, nos fundos de casa, e aí não somente o lado alquimista viria a despontar, mas também o lado visionário e empreendedor.

As minhas melhores lembranças desta época estão ligadas às conquistas com os resultados dos produtos. Eu ficava feliz quando conseguia deixar alguém feliz com seus cabelos.

Qual é a sua maior conquista até hoje?

Tenho várias, como o desenvolvimento de produtos para a Inoar. Mas não posso me esquecer do lado humano e tenho um orgulho imenso do projeto social, Beleza Solidária, que atua na melhoria das condições de vida de centenas de famílias. O projeto oferece cursos de capacitação em serviços de beleza, e, por meio de parcerias com instituições beneficentes, realiza ações como cursos ou doações de caráter emergencial, com a distribuição de kits destinados a cuidados pessoais.

Por conta de ações como esta, recebemos agora no mês de abril a confirmação de que estamos participando oficialmente do Pacto Global das Organizações das Nações Unidas.

O Pacto Global da ONU é a maior iniciativa de sustentabilidade empresarial do mundo, convidando as empresas a alinharem as estratégias e operações com os princípios universais de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção, e a tomarem medidas que promovam objetivos sociais.

Assinei meu apoio aos Dez Princípios do Pacto Global e vamos trabalhar para implementá-los, tanto na Inoar, quanto no projeto Beleza Solidária. Com isso tornaremos o Pacto Global e seus princípios parte da estratégia, da cultura e das operações cotidianas dos negócios para o Desenvolvimento Sustentável.

As ações práticas que a Inoar vem desenvolvendo ao longo dos anos, algumas descritas abaixo, têm total sinergia com os princípios estabelecidos pelo Pacto Global: Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Luta Contra a Corrupção. Agora, somos participantes desta grande iniciativa da ONU que vem reforçar tudo aquilo em que sempre acreditei.

Quando você se deu conta de que tinha “chegado lá”? Fale sobre um momento em que se viu bem-sucedida.

Depois de uma vida inteira dedicada ao meu sonho de criar produtos e desenvolver marcas, o que chamam de sucesso só chegou mesmo, para mim, aos 55 anos de idade. Antes disso, foi luta atrás de luta, com derrotas no meio.

Eu me vejo bem-sucedida quando mulheres que usam Inoar ou que conhecem minha história se aproximam de mim para dizer que as inspiro. Sou abençoada por ter essa responsabilidade!

Quais são seus planos para daqui a 10 anos?

Fazer uma nova faculdade. Voltar a dançar. Quero aprender mais um idioma. Estou estudando novas tecnologias e modelos de gestão. Vou voltar a dar palestras. Estou criando novas marcas. O mundo é do tamanho da gente.

Que conselho honesto e útil você daria a um colega que pensa em seguir uma carreira semelhante?

Primeiro: não existem fórmulas. O mercado cosmético é altamente competitivo. É preciso inovar sempre, estar atenta a todas as movimentações, enfrentar concorrências desleais, falsificações de produtos, dificuldades para importar matéria-prima. Não existe zona de conforto.

No início, enfrentei muitos obstáculos financeiros. Bancos não fornecem capital sem garantias, mas as dificuldades sempre serviram de aprendizado para a gente.

Quando a gente foi crescendo e a Inoar chegou a um patamar que começou a incomodar as grandes marcas, me vi nadando com tubarões, e sem poder sangrar. São empresas nacionais e multinacionais nessa corrida, algumas com muitos mais recursos. Não há dias fáceis, em um cenário desfavorável para ter uma empresa, em um país com este contexto de insegurança, de desigualdade, de machismo.

É aí que entram as múltiplas habilidades que uma mulher precisa ter para se destacar. Não basta você ser criativa, você tem que saber brigar. Mas,  como conselho, sempre vou dizer: não perca sua fé.

O que você mais ama nessa indústria? Ou o que você acha mais inspirador?

Eu amo criar. Tenho um perfil altamente inovador, eu não gosto da mesmice. E são muitas as coisas que me inspiram. Ver um espetáculo me inspira, ouvir uma música. E eu consigo transportar tudo isso para os produtos que crio, acredite. Quando pego um frasco da Inoar nas mãos, não vejo um produto, um shampoo, um creme. Vejo a minha vida inteira ali. A embalagem, a fragrância passam toda a nossa história, e os nossos consumidores se identificam com ela. Nós trabalhamos assim: queremos deixar algo concreto para a história da Inoar, fazendo parte da vida das pessoas. Se pensarmos que a beleza é passageira, por outro lado um produto desenvolvido com tanta coisa para contar acaba se tornando eterno.

Inocência Manoel
Co-Fundadora da Inoar
Diretora de Marketing, Criação e Desenvolvimento
Fundadora do projeto Beleza Solidária Inoar

“Chore no começo para sorrir no fim.”

“Chore no começo para sorrir no fim.”

“Chore no começo para sorrir no fim.” Essa foi a frase que a jogadora Marta, da Seleção Brasileira de Futebol, nos deixou na última semana, após a eliminação na Copa do Mundo.

O desabafo da jogadora tem tudo a ver com a importância da nossa força feminina para vencer os obstáculos.

Não se chega a lugar algum sem esforço, sem muito suor, e esta é uma verdade universal. Para as mulheres, é ainda preciso ser mais forte.

Quando eu era criança, não havia notícias de mulheres jogando bola. Certamente elas seriam discriminadas – como muitas são até hoje. Foram necessários anos de verdadeiras desbravadoras abrindo os caminhos para as que chegaram hoje a uma Copa feminina, que teve a maior audiência de todos os tempos. E ainda assim houve quem dissesse: “mas mulher não deveria jogar futebol.”

Esse mesmo discurso, pare para pensar, já foi dito a outras atividades que a gente teve que conquistar na unha. Ser empresária é uma delas. Por mais que eu viva no mundo dos cosméticos, da beleza, ele ainda é um universo em que muitos homens querem dar a palavra final.

Estou neste caminho há tempos. Nós, mulheres, estamos. Abrindo caminho para muitas que vieram atrás. E é preciso muita parceria para continuarmos nele. Precisamos ser um verdadeiro time.

Marta encerrou sua entrevista dizendo: “é preciso valorizar mais”. E eu estou com ela: valorize quem foi na frente. Valorize quem tem a ensinar. Valorize as mulheres que não se acovardaram.

Valorize quem perdeu noites de sono para ganhar aquilo que, no fundo, é o que você quer também.

Inoar novamente entre as melhores do ano para o consumidor

Inoar novamente entre as melhores do ano para o consumidor

Empresa de cosméticos é uma das indicadas ao Prêmio Época Negócios Reclame AQUI – As Melhores Empresas para o Consumidor 2019

São Paulo, 18 de junho de 2019 – a Inoar Cosméticos está novamente na seleta lista de empresas indicadas ao Prêmio Reclame Aqui, maior premiação concedida às empresas com base no relacionamento e avaliação direta dos consumidores.

A Inoar foi indicada no segmento Beleza, Estética e Cosméticos, ao lado de marcas valiosas que buscam a excelência no atendimento, realizando esforços para melhorar o relacionamento com o consumidor e atingir um alto índice de  eficiência na solução de problemas.

As finalistas serão escolhidas por meio de voto popular, aberto ao público no dia 29 de julho, e a premiação acontece no dia 4 de novembro de 2019.

Com um modelo único, baseado em diretrizes internacionais, a Inoar parte da premissa de que todo consumidor merece atenção dedicada, praticando suas políticas de desburocratização e foco na satisfação do cliente em todos os canais de atendimento, por profissionais treinados e qualificados, o que, sem dúvida, contribuiu para que a Inoar esteja entre as melhores empresas do mercado no atendimento ao consumidor.

https://premio.reclameaqui.com.br/indicadas/beleza-estetica-e-cosmeticos/11

MITOS E VERDADES

MITOS E VERDADES

Inocência Manoel conta tudo sobre o que é MITO e o que é VERDADE no mundo da estética capilar.

Shampoos

Lavar os cabelos durante o periódo menstrual faz mal À saúde? MITO OU VERDADE? 

Mito. Não há qualquer relação cientificamente comprovada que indique malefício à saúde da mulher por lavar os cabelos quando menstruada.

ÁGUA QUENTE PREJUDICA A BELEZA DOS FIOS? MITO OU VERDADE?

VERDADE. A temperatura elevada da água resseca a estrutura capilar, estimula o aumento da oleosidade do couro cabeludo e favorece a queda por estimular a alteração na produção das glândulas sebáceas no couro cabeludo, que podem obstruir os poros de onde nascem os fios. Quem apresenta dermatite seborreica deve evitar água quente, pois, devido ao aumento da oleosidade, é normal ocorrer piora da doença e queda maior dos fios. No inverno, procure lavar os fios com água morna.

COLOCAR ANTICONCEPCIONAL NO SHAMPOO FAZ OS CABELOS CRESCEREM MAIS RÁPIDO? MITO OU VERDADE?

MITO. O uso de hormônios femininos não faz os cabelos crescerem mais rápido, muito menos desta maneira, uma vez que a absorção dos hormônios ocorre internamente.

ÁGUA FRIA DÁ MAIS VIDA AOS CABELOS E DEIXA-OS MAIS BRILHANTES? MITO OU VERDADE?

VERDADE. O que na realidade prejudica os fios é a água quente, que estimula a atividade das glândulas sebáceas. Mesmo no inverno opte por lavar os cabelos em água morna.

O CABELO SE ACOSTUMA Com As FÓRMuLAS DO SHAMPOO E DO CONDICIONADOR USADOS FREQUENTEMENTE? MITO OU VERDADE?

MITO. O uso dos mesmos produtos ao longo do tempo na verdade melhora sua efetividade, pois os resultados se acumulam. Algumas situações fazem com que os cabelos mudem, e isso não tem, necessariamente, uma relação direta com o uso do shampoo e do condicionador. Estas mudanças podem ser:

  • Pela quantidade de resíduos deixados por outros produtos como géis, pomadas e sprays, que, utilizados com muita frequência, pedem uma limpeza mais profunda nos fios, aumentando o número de lavagens ou duplicando o uso do shampoo a cada lavagem;
  • Os períodos de mudanças hormonais, como a adolescência, a gravidez e a menopausa, podem alterar a estrutura dos fios e assim a necessidade de hidratação e cuidados com os cabelos. Nesses períodos, o ideal é procurar um dermatologista ou médico para que seja feita uma avaliação do caso;
  • Pela idade, que influencia na estrutura dos cabelos, que ficam mais finos e frágeis com o tempo. Neste caso, pode haver a necessidade de tratamentos para fortalecer ou proteger o cabelo;
  • Devido a mudanças climáticas, que podem interferir na alteração dos fios.

FAZ MAL LAVAR O CABELO TODOS OS DIAS? MITO OU VERDADE?

Não existe um padrão a ser seguido para lavar os cabelos.

A frequência de lavagens deve depender dos seguintes fatores:

  • Tipo de cabelo e couro cabeludo: cabelos secos pedem menos lavagens com hidratação mais poderosa, enquanto os oleosos precisam de limpeza mais frequente para retirar o excesso de gorduras e resíduos produzido pelo corpo ou acumulado por fatores externos;
  • Clima: em regiões praianas e de clima mais quente, o cabelo precisa de mais cuidados e lavagens mais frequentes porque sofre mais danos;
  • Estilo de penteado: a utilização de muitos produtos de estilização como géis, sprays ou pomadas, cujas substâncias deixam resíduos fortes, exige lavagem do cabelo com maior frequência;
  • Estilo de vida: quem pratica esporte ou atividades ao ar livre deve lavar o cabelo diariamente ou quando realizar estas atividades, para retirar as substâncias externas e excesso de oleosidade que se acumulam e também para proteger, hidratar e reparar contra os danos do sol, cloro, elásticos de cabelo, entre outros.

O Shampoo PODE DANIFICAR O CABELO? MITO OU VERDADE?

verdade. Pode causar danos quando usado de forma errada, quando sua formulação não for compatível com o tipo de cabelo, e quando utilizado em exagero.

LAVAR A CABEÇA COM SHAMPOO DUAS VEZES É REALMENTE NECESSÁRIO? MITO OU VERDADE?

MITO. Em alguns casos pode prejudicar mais os fios pelo excesso de agentes de limpeza ou danificar a fibra capilar.

SHAMPOO PODE CAUSAR CASPA? MITO OU VERDADE?

VERDADE. Quando o couro cabeludo e os fios de cabelo não são higienizados corretamente.

SHAMPOO PODEM REDUZIR O VOLUME DOS CABELOS? MITO OU VERDADE?

VERDADE. Há formulações que diminuem a carga eletrostática dos fios e ajudam no fechamento da cutícula, reduzindo, assim, o volume.

QUANTO MAIOR A QUANTIDADE DE ESPUMA, MAIS LIMPO FICA O CABELO? MITO OU VERDADE?

MITO. Não necessariamente. Há shampoos que não espumam e limpam satisfatoriamente.

CONDICIONADORES

CONDICINADOR PODE CAUSAR A QUEDA DOS CABELOS? MITO OU VERDADE?

MITO. O condicionador não causa a queda nem aumenta. A queda está ligada a fatores internos como herança genética, ou externos, como agressões químicas, alergias de bactérias e fungos, dentre outros.

PODE-SE USAR O CONDICIONADOR, NA FALTA DA MÁSCARA DE HIDRATAÇÃO? MITO OU VERDADE?

MITO. Uma vez que a máscara tem um poder de hidratação muito maior do que o condicionador, pois apresenta em sua composição alta concentração de óleos, silicones e aminoácidos, os produtos não devem ser substituídos.

ÁGUA DO MAR

A ÁGUA DO MAR É BOA PARA OS CABELOS OLEOSOS. MITO OU VERDADE?

VERDADE. Sendo na medida certa, tanto a água do mar como o sol, ajudam a diminuir a oleosidade, contanto que se tenham os cuidados de higiene e de limpeza adequados.

O SAL, PRESENTE EM ALGUNS PRODUTOS, PRINCIPALMENTE SHAMPOOS, PODE RESSECAR OS FIOS? MITO OU

VERDADE?

VERDADE. O sal pode ressecar o cabelo, em razão da ação adstringente que provoca, bem como da redução de umidade nos fios.

MÁSCARAS

A MÁSCARA DE TRATAMENTO INTENSIVO SUBSTITUI O CREME para PENTEAR? MITO OU VERDADE?

MITOO Creme para Pentear é um produto para uso diário que modela e desembaraça os cabelos, protege os cabelos tingidos dos efeitos nocivos do sol, sem enxágue; a máscara é um tratamento intensivo com enxágue.

DEIXAR A MÁSCARA FICAR NO CABELO POR UM PERÍODO MAIOR, MELHORA SEU RESULTADO? MITO OU VERDADE?

MITO. Deve-se respeitar as indicações de uso de cada produto, SEMPRE. Muitas vezes, prolongar o tempo indicado pelo fabricante pode, inclusive, trazer resultados indesejáveis.

O USO CONTÍNUO DA MESMA MÁSCARA VICIA OS CABELOS? MITO OU VERDADE?

MITO. Não há nenhuma comprovação científica de que o uso contínuo de um mesmo produto implique em perda do efeito, o que pode acontecer é que as necessidades do cabelo mudem.

APLICAR A MÁSCARA NA RAIZ DOS CABELOS PREJUDICA OS FIOS? MITO OU VERDADE?

VERDADE. A máscara de hidratação na raiz pode acarretar oleosidade e caspa.

AQUECER A MÁSCARA NOS FIOS POTENCIALIZA A HIDRATAÇÃO? MITO OU VERDADE?

VERDADE. Usar aquecimento no tratamento potencializa a hidratação porque ajuda a abrir a cutícula dos fios, e para que isto aconteça pode-se colocar uma toalha ou touca térmica em volta dos cabelos.

A TEMPERATURA IDEAL PARA TIRAR A MÁSCARA DOS CABELOS É ÁGUA FRIA? MITO OU VERDADE?

MITO. Tanto a água quente pode desestabilizar as proteínas que formam os fios, deixando o cabelo ressecado, como a água fria que não consegue eliminar o excesso da máscara de hidratação dos cabelos, favorecendo a oleosidade, não é recomendável. Por isto a melhor opção é a água morna.

MÁSCARAS DE HIDRATAÇÃO CASEIRAS SÃO MAIS EFICAZES? MITO OU VERDADE?

MITO. Os elementos naturais não danificam os cabelos, porém, dificilmente alcançam a eficácia de produtos industrializados.

CASPA

CASPA É SINAL DE SUJEIRA? MITO OU VERDADE?

MITO. A caspa é um dos sintomas da dermatite seborreica, e não significa que as pessoas tenham maus hábitos de higiene.

SEBORREIA E CASPA NÃO TÊM CURA? MITO OU VERDADE?

MITO. Não existe uma medicação que elimine definitivamente a caspa ou a seborreia, mas a doença pode ser controlada através do uso de medicamentos adequadamente prescritos por dermatologistas.

CASPA FAVORECE A QUEDA? MITO OU VERDADE?

VERDADE. A dermatite seborreica, popularmente conhecida como caspa, caracteriza-se por uma oleosidade excessiva no couro cabeludo (seborreia), seguida por inflamação e depois descamação. A inflamação (irritação) produz uma vermelhidão e atinge as camadas superficiais do couro cabeludo. Já a descamação pode variar de finas escamas (lembrando polvilho) a intensas, formando crostas, muitas vezes aderidas e que ao serem removidas deixam o couro cabeludo ferido. Esse processo inflamatório mesmo sendo superficial pode acabar atingindo as células-tronco do cabelo que também se localizam superficialmente, próximas às glândulas sebáceas do couro cabeludo. Nesse caso, em pacientes com estágios iniciais de alopecia androgenética, pode ser acelerada a perda capilar, quando não tratada adequadamente.

A LIMPEZA DIÁRIA DO COURO CABELUDO DIMINUI A CASPA? MITO OU VERDADE?

VERDADE. Uma boa higienização do couro cabeludo com shampoo adequado remove as escamas, a oleosidade e diminui a ação dos fungos e bactérias, por consequência, apresenta melhora da seborreia e a redução da caspa. Quando os cabelos estão sujos, os poros ficam obstruídos e isso compromete o seu crescimento.

QUEDA

É NORMAL OS CABELOS CAÍREM APÓS O PARTO? MITO OU VERDADE?

VERDADE. Cerca de 4 meses após o parto (ou outro tipo de stress físico ou emocional) muitos fios de cabelo podem entrar prematuramente na fase de queda levando à perda de mais fios por dia que o normal. Chama-se eflúvio telógeno e estes fios voltarão a crescer normalmente depois de algum tempo.

USAR BONÉ PREJUDICA OS FIOS E TAMBÉM PODE FAZÊ-LOS CAIR? MITO OU VERDADE?

MITO. O uso do boné não faz cair os cabelos, mas pode aumentar a oleosidade em pessoas com essa predisposição. Por isso, nestes casos, pode aumentar a queda dos fios. No entanto, o boné tem a vantagem de proteger o couro cabeludo da agressão dos raios ultravioletas.

CALVÍCIE TEM TRATAMENTO? MITO OU VERDADE?

VERDADE. Já existem tratamentos dermatológicos com resultados significativos para interromper a queda dos cabelos e até mesmo fazê-los crescer novamente.

APLICAR GEL TODOS OS DIAS ENFRAQUECE OS FIOS? MITO OU VERDADE?

MITO. Usar gel não causa a queda do cabelo, porém não é recomendado dormir com o gel nos fios, pois a haste do cabelo fica endurecida e pode quebrar com mais facilidade.

NÃO SECAR OS CABELOS APÓS O BANHO FAZ CAIR OS CABELOS? MITO OU VERDADE?

MITO. Deixar os cabelos molhados não os faz cair. Se fosse assim, os nadadores, que permanecem horas seguidas dentro da água seriam todos calvos.

MEDICAMENTO PARA TRATAR QUEDA DE CABELO CAUSA INFERTILIDADE? MITO OU VERDADE?

MITO. Há relatos que indicam que menos de 1% dos pacientes apresentaram esse efeito colateral. Além disso, este efeito é totalmente reversível com suspensão do medicamento.

A TINTURA PODE PROVOCAR A QUEDA DOS FIOS? MITO OU VERDADE?

MITO. A maioria das tinturas contém substâncias químicas como o amoníaco, que pode causar danos sérios a estrutura capilar. No entanto, tais produtos agem nos fios, não na raiz do cabelo. Por isso, não interferem na queda, mas podem provocar a quebra dos fios. Afinal todo procedimento químico pode deixar os fios mais fracos e ressecados. A perda de cabelo ocorre somente em casos extremos.

USAR SECADOR E CHAPINHA AUMENTA A QUEDA? MITO OU VERDADE?

MITO. A queda de cabelo está relacionada aos problemas no couro cabeludo e não nos fios. O uso contínuo de secador e chapinha pode provocar a quebra do fio, devido à alta temperatura que danifica as proteínas capilares, tornando-o mais frágil e quebradiço. Como estes aparelhos aquecem os cabelos, se não forem utilizados corretamente e/ou for aplicado um protetor térmico, podem sim danificar a haste do fio. Porém, o uso correto e moderado não prejudica os fios. O ideal é utilizar o secador a baixa temperatura e não aproximá-lo demais do fio para não danificar o couro cabeludo.

CALVÍCIE É UM PROBLEMA SOMENTE MASCULINO? MITO OU VERDADE?

MITO. A calvície é uma manifestação fisiológica que atinge principalmente os homens, mas também pode afetar as mulheres. Ocorre devido a uma herança genética e o histórico de calvície pode vir do lado materno ou paterno.

Nas mulheres, as principais causas são alterações hormonais ou metabólicas. Deficiência de nutrientes como ferro, zinco e cobre também podem levar à queda. Outras causas como anemia ou alterações tireoidianas estão relacionadas à queda dos cabelos nas mulheres.

CABELO CAI MAIS NO INVERNO E NO VERÃO CRESCE MAIS? MITO OU VERDADE?

VERDADE. Nos meses frios, sensores de luz localizados na pele recebem menos luminosidade. Essa mudança diminui o estímulo da divisão celular, o que gera um número menor de fios e ainda enfraquece a raiz. Resultado:além de os fios caírem mais rápido, eles também nascem mais devagar. Como o sol estimula a atividade de alguns hormônios, como a prolactina e a melatonina, que induzem o bulbo capilar a “trabalhar” mais, acaba ocorrendo um aceleramento no crescimento dos fios nos meses mais quentes.

CABELOS MAIS OLEOSOS E COM CASPA TENDEM A CAIR MAIS? MITO OU VERDADE?

VERDADE. A oleosidade impede o crescimento saudável e causa queda.

O aumento da oleosidade pode gerar caspa e descamação no couro cabeludo, e tais problemas podem levar à queda de cabelo.

USAR TODOS OS DIAS SHAMPOO ANTIQUEDA AJUDA A TRATAR O PROBLEMA? MITO OU VERDADE?

MITO. O shampoo antiqueda não funciona, eles são apenas coadjuvantes no tratamento. Isso porque é impossível reverter o quadro de queda só com tais produtos. Mas eles são indicados para manter o couro cabeludo estável e limpo, especialmente quando se verifica a presença de dermatite seborreica ou caspa.

O ESTRESSE ESTIMULA A QUEDA CAPILAR? MITO OU VERDADE?

VERDADE. Assim como todo organismo, o cabelo também sofre com o estresse. Cada pessoa sente e expressa os efeitos do estresse em áreas diferentes do organismo. O estresse contínuo desencadeia o processo de envelhecimento do organismo. Porém normalmente, a perda de cabelo por conta do estresse não é definitiva e ele voltará a crescer normalmente.

DORMIR COM CABELO MOLHADO FACILITA A QUEDA DE CABELO? MITO OU VERDADE?

VERDADE. A umidade dos fios facilita a proliferação de fungos e, consequentemente, a queda de cabelos

ALIMENTAÇÃO E O ESTADO EMOCIONAL INFLUENCIAM A SAÚDE CAPILAR? MITO OU VERDADE?

VERDADE. Quase toda composição capilar é feita de aminoácido. Portanto, uma dieta equilibrada rica em proteínas pode melhorar a qualidade dos fios e deixá-los mais fortes. A má alimentação causa a perda de cabelo em diferentes graus. Já o estresse causa alterações hormonais no organismo, favorecendo a queda capilar e impedindo o crescimento do cabelo.

TINTURA

TINGIR O CABELO DESDE CEDO FAVORECE O SURGIMENTO DE CABELOS BRANCOS? MITO OU VERDADE?

MITO. Nada que se faça com a haste do fio vai modificar a sua formação pela raiz.

Geralmente quem começa mais cedo já tem tendência hereditária ao surgimento de fios brancos.

CLORO DANIFICA OS FIOS E DEIXA CABELOS LOIROS ESVERDEADOS? MITO OU VERDADE ?

VERDADE. O cloro retira a hidratação natural dos fios. Os danos causados pelo enfraquecimento e eliminação da proteção hidratante da superfície dos fios dependem do tempo e da frequência de exposição, e também do nível de cloro na água. O cloro age diretamente na pigmentação e proteínas do cabelo, deixando, muitas vezes em pessoas com cabelo de tons mais claros, um tom esverdeado.

TINTURA E LUZES QUEBRAM OS FIOS? MITO OU VERDADE?

VERDADE. O processo químico de tintura, seja qual for o método utilizado, efetivamente causa mudanças na estrutura do cabelo. Alguns dos ingredientes dos colorantes removem a camada protetora hidratante da superfície dos fios (que evita danos severos e dá brilho), deixando o cabelo mais frágil. Com isso, os fios ficam muito mais suscetíveis à quebra ao pentear. Fazer escova ou prender em um rabo de cavalo, por exemplo. Qualquer movimento de fricção irá danificar o cabelo e causar quebra e queda após o tingimento, caso não haja hidratação intensiva e profunda depois do processo. Por essa razão encontram-se mais fios que o normal no pente ou escova nas primeiras lavagens pós-processo químico. Para evitar a quebra e a queda e sentir o cabelo hidratado, brilhante e sedosos novamente, o ideal é usar produtos ultra concentrados em ingredientes hidratantes e vitaminas, como ampolas ou tratamentos intensivos, até 3 vezes por semana ao lavar o cabelo por até 15 dias depois da tintura. Também, sempre que possível , deve-se usar colorações que não contenham componentes químicos agressivos como amônia.

CABELO BRANCO

ARRANCAR UM FIO DE CABELO BRANCO FAZ NASCER ATÉ SETE NO LUGAR? MITO OU VERDADE?

MITO. O fio branco é o primeiro sinal de desaceleração do crescimento capilar, podendo estar ou não relacionado às alterações vitamínicas e da vitalidade capilar. Quando os fios de cabelo começam a ficar brancos, o processo ocorre gradativamente e outros fios vão ficar brancos também. O mito vem daí, porque depois que a pessoa arranca o primeiro fio branco já começam a surgir outros, que iriam aparecer de qualquer forma e não porque um foi arrancado e estimulou o aparecimento de outros.

SE O FIO BRANCO FOR ARRANCADO, O OUTRO NASCERÁ COM A COR NATURAL? MITO OU VERDADE?

MITO. O cabelo fica branco quando as células próximas das raízes não conseguem fabricar o pigmento melanina, que dá cor aos fios. Em geral, a presença de cabelos brancos é uma condição geneticamente determinada.

CRESCIMENTO

CORTAR O CABELO NA LUA CHEIA ACELERA O CRESCIMENTO. MITO OU VERDADE?

MITO. As fases da lua não estimulam o crescimento capilar. Na verdade, o cabelo é uma pilha de queratina. Tudo o que acontece com ele está na parte interior do couro cabeludo, a três ou quatro milímetros de profundidade.

Nosso cabelo nada mais é do que células mortas impregnadas de queratina.

Portanto, não há uma conexão entre o crescimento dos cabelos com as fases da lua.

CABELO CRESCE MAIS DURANTE A GRAVIDEZ? MITO OU VERDADE?

VERDADE. Estimulado pelos hormônios, o cabelo cresce mais durante a gravidez. Após o parto, a mulher geralmente perde os cabelos que ficaram retidos. O feto consome muito nutriente e se a mulher não faz um acompanhamento ou não tem uma alimentação saudável, ela poderá apresentar uma deficiência de ferro e, consequentemente, sérios problemas de queda de cabelo. Além disso, se a mulher volta a praticar esportes em excesso, os músculos competirão pelo ferro com os cabelos, o que também poderá influenciar na perda de cabelo.

Revolução Solidária

Revolução Solidária

No meu último post, falei sobre o desemprego, mas não comentei o quanto fico arrasada ao ver as notícias de demissão em massa. Isso me abala. Talvez vocês não saibam, mas sim, eu já estive do lado de lá.

Ouvir uma dispensa nunca é fácil. Mas ser desligado do seu trabalho te tira de fato o chão. O trabalho é nosso alicerce, é aquilo que alimenta nossos filhos, coloca comida na mesa.

Este número impressionante trouxe outra estatística terrível: O Brasil registrou um aumento de 16,8% na taxa de mortalidade por suicídio nos últimos anos.. O crescimento está relacionado sobretudo ao aumento de casos entre homens. São mais de 30 óbitos por dia. Dentre os fatores de risco para o suicídio, nos casos em que houve registro, 52% indicavam que a pessoa estava desempregada.

Além do suicídio, doenças como depressão e síndrome do pânico vêm aumentando exponencialmente. Pesquisas da OMS revelaram que 9,3% dos brasileiros têm algum transtorno de ansiedade e a depressão afeta 5,8% da população.

Não importa o cargo, a condição social, todo desempregado fica vulnerável. Conheço casos de pessoas próximas a mim que tiraram a vida como consequência do desemprego e não consigo ficar alheia a isso.

A falta de trabalho e falta de um salário, junto com as incertezas, tiram a autoestima das pessoas, até a sua vontade de viver.

Gostaria de reunir neste grupo Revolução Solidária pessoas que pensem assim também para fazermos a nossa parte para auxiliar as pessoas que estão em busca de recolocação ou que precisem de motivação para continuar.

Vamos divulgar vagas, cursos gratuitos, capacitações, ideias para sair da crise, oportunidades!

Convido vocês, empresários, empreendedores, criativos, todos que tenham uma ideia para colocá-la aqui.
Quem sabe não é o seu post que fará a diferença na vida de alguém?*

O que está acontecendo em nosso país é muito triste. Se cada um ajudar, podemos fazer a nossa revolução.

Inocência Manoel

*A moderação do grupo não se responsabiliza pelas informações divulgadas. Verifique sempre a veracidade das postagens antes de compartilhar. Use o bom-senso.

Ética na produção de cosméticos e representatividade foram temas da sexta edição do Congresso Cabelo & Ciência

Ética na produção de cosméticos e representatividade foram temas da sexta edição do Congresso Cabelo & Ciência

Inoar Cosméticos debate o papel da indústria na formulação e comunicação de produtos

•              Refugiado sírio, auditora de cosméticos para muçulmanos e influenciadora com mais de 40 anos se reuniram para falar sobre representatividade

•              Produto capilar que permite 3 protocolos de uso – do liso ao cacheado – foi destaque

São Paulo, 10 de junho de 2019 – A Inoar trouxe mais uma vez a São Paulo, na segunda-feira, no hotel Estanplaza Paulista, um encontro para reunir estudos da área capilar e profissionais do setor. Em sua sexta edição, o Congresso Cabelo & Ciência teve como tema  “CosmÉTICOS. Novos desafios e novas tecnologias para o desenvolvimento de produtos éticos para modificação da forma e textura da fibra capilar”.

Com profissionais do setor e convidados, o evento abordou os diferentes tipos de fibra capilar, as novas tecnologias de tratamentos éticos para modificação de texturas, formulação para redução de volume, a volta dos cachos e teve uma demonstração prática de três diferentes protocolos de aplicação do produto Thermoliss Profissional, que permite alisamento dos fios, ou apenas um tratamento para manutenção de cachos.

Além disso, a empresa apresentou para profissionais e os demais participantes do evento os conceitos de Cosméticos veganos e Cosméticos Halal – liberados para o uso dos muçulmanos, com a participação da Auditora do setor Halal Industrial da Fambras, Najla Hiam Ali Chahine.

Pela quarta vez consecutiva, o Painel Representatividade foi um dos momentos altos do evento. A influenciadora Marfim Rosa falou sobre sua trajetória como blogueira com mais de 40 anos e da importância da inclusão de mulheres negras maduras na comunicação.

Najla Hiam Ali Chahine trouxe aspectos da cultura muçulmana e de como as mulheres lidam com a beleza e a vaidade. O jornalista sírio, Anas mhd adnan Obaid, falou sobre história de vida, a guerra em seu país, o recomeço longe de casa e as diferenças culturais.

Ao apresentar suas histórias, todos discutiram a importância da Representatividade no mercado cosmético e o impacto da beleza, além da importância de se ver representados nos mais diferentes cenários. Para Inocência Manoel, “É importante ver mulheres, negros, LGBTs, pessoas com deficiência e outros grupos de diferentes culturas ocupando mais espaços para que o sentimento de pertencimento ganhe cada dia mais e mais perfis, com toda sua complexidade, dentro da nossa sociedade.”

Durante o Congresso Cabelo & Ciência, a Inoar levantou novamente discussões sobre as diferenças e a importância de se respeitar cada identidade. “A sociedade está passando por uma transformação e nós, como marca e indústria, precisamos nos expor para ouvir nossos clientes, aprendermos com eles e tentarmos ajudar este movimento a crescer. As pessoas não aceitam mais uma única forma de cabelo, estilo, é por isso que precisamos enxergar as necessidades reais em busca do que é mais valioso: o respeito ao indivíduo, seja ele quem for”, diz Inocência Manoel.

Sobre a Inoar

Empresa brasileira referência no mercado nacional e internacional, a Inoar Cosméticos traz em seu DNA a essência de seus fundadores: a criação de produtos inovadores pelo olhar único de Inocência Manoel, Diretora de Marketing e Criação, e a administração dos negócios de Alexandre Nascimento fazem da Inoar uma marca de cosméticos inspirados em vários tipos de pessoas, com inovação, tecnologia de ponta e o know-how de quem entende as necessidades de profissionais e consumidores finais.

Inoar

http://www.inoar.com

Facebook: Inoar Brasil

Instagram: @InoarBrasil | belezasolidaria.inoar

Tel.: (11) 4135-4555

 

AF_6Congresso_Tela_PainelRepre

IMG_3687.jpg

A volta por cima. Quando é que ela vem?

A volta por cima. Quando é que ela vem?

“Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e achareis; batei, e abrir-se-vos-á.

Pois todo o que pede recebe; e o que busca encontra; e a quem bate abrir-se-lhe-á. Ou qual dentre vós é o homem que, se porventura o filho lhe pedir pão, lhe dará pedra?”
Mateus 7:7-9

Os dados estão aí em todos os noticiários: 13 milhões de brasileiros estão desempregados nesta crise que parece não ter fim. Mas há números ainda mais alarmantes no cenário nacional: a população subutilizada atingiu 28,4 milhões, número recorde da série histórica iniciada em 2012.

De acordo com o IBGE, o grupo de trabalhadores subutilizados reúne os desempregados, aqueles que estão subocupados ou fazendo bicos (menos de 40 horas semanais trabalhadas), os desalentados (que desistiram de procurar emprego) e os que poderiam estar ocupados, mas não trabalham por motivos diversos, como mulheres que deixam o emprego para cuidar os filhos.

Eu já passei por algumas destas situações, não tenho vergonha de admitir. Fez parte da minha realidade, como faz parte da vida de tantos agora. Por isso posso dizer que sei na pele o que é não ter certezas sobre o amanhã.

Como já contei aqui no blog e em minhas palestras, meu destino era outro, não fosse a grande virada que veio com muito trabalho e resiliência.

A palavra é esta: resiliência. Seu significado é: capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças.

E neste momento complicado que o país atravessa, me solidarizo com tantos que talvez possam não estar vendo um caminho, mas acreditem: não podemos perder a fé. Tudo passa. Os dias bons e os ruins também. Tudo, tudo, está em constante movimento e certezas são voláteis no ar. A gente precisa encarar toda mudança como um ajuste na rota. Eles são necessários sempre.

É neste momento que precisamos ampliar nossas redes de contatos, procurar alternativas, pensar fora da caixa. Existem cursos gratuitos que talvez você não tenha percebido quando trabalhava. Existem ferramentas digitais aos montes que colocam você em contato com profissionais da sua área. Vejam o que o LinkedIn, o Coursera e tantos outros canais oferecem para você passar por essa fase de forma ativa, aprendendo sempre.

Não esqueça nunca de se valorizar. Você vale todo o conhecimento que investiu em sua carreira e nenhuma empresa oportunista pode se aproveitar disso para oferecer menos do que você vale. Não tema as entrevistas. Sua experiência será levada em conta, prepare-se para este momento.

Estamos atravessando a maior crise que eu tenho notícia, e não quero de forma alguma romantizar a dificuldade destes dias. Apenas dar o meu testemunho de que a volta por cima virá. Com bons contatos, qualificação e fé, ainda vamos olhar para este tempo e ver o quanto ele foi importante para nossa resiliência.

Inocência Manoel