O que fazer com aquilo que te fizeram?

O que fazer com aquilo que te fizeram?

Todos nós temos as nossas lutas pessoais, sei muito bem disso. Os tempos andam sombrios e, com eles, descobrimos o lado negro da força de cada um.

No entanto, existe uma lição em cada situação vivida e é justamente esse processo que faz com que possamos aprender e fazer diferente.

 Em primeiro lugar, nem sempre dá para ficar calado. Expressar os sentimentos faz parte do processo de cura, então falar sempre fará bem. Essa história de engolir sapo, como vocês sabem, não ajuda. Quando você se cala, o falatório dentro de você é grande.

Quando a gente deixa pra lá, muitas vezes perde o espaço tão suado que conquistou. Não, não deixem tudo pra lá. Releva o que não tem importância, mas, se tem importância, vá até o fim.

Se expressar é mais que um direito, posso dizer que chega a ser uma dádiva. Saibamos fazer uso disso. Alguns se expressam falando, outros pela arte. Eu me expresso, muitas vezes, criando. Quantos produtos fiz que estavam querendo dizer algo? Aquilo que me fizeram, portanto, vira uma lição, vira algo novo e muito melhor.

Tudo o que venho construindo há tantos anos, no fundo, é isso: um grande recado da minha vida. Para quem quiser entender.

 Bom fim de semana.

O que esperar da Beauty Fair 2019

O que esperar da Beauty Fair 2019

Chegou setembro e com ele os dias de Beauty Fair. Há mais de 10 anos, a Inoar participa deste evento que, hoje, é reconhecido como a maior feira de beleza das Américas, superando os números do exterior e abrindo grandes oportunidades de negócios.

 Para este ano, estamos preparando lançamentos grandiosos que vêm reforçar o nosso posicionamento de desenvolver cosméticos veganos. Muito mais do que uma tendência, é uma realidade que veio para ficar.

 Todos os nossos produtos são fabricados SEM a utilização de matérias-primas de origem animal e jamais são testados em animais (prática sempre repudiada pela nossa companhia) e se isso antes era uma luz no fim do túnel, agora é um farol aceso indicando a direção mais do que certa.

 Você poderá conferir o lançamento da primeira coloração e do primeiro tonalizante VEGANOS com performance profissional, que lançaremos no evento. Poderá conhecer a linha Go Vegan, com shampoo, condicionador e máscara, criados apenas com ingredientes botânicos e com enxágue rápido – assim você não desperdiça mais água do planeta.

 Você continuará vendo uma Inoar compromissada com a sua liberdade de cuidar do cabelo de um jeito natural, valorizando os cachos, os ondulados, os afros e celebrando a diversidade da beleza.

 Poderá ver linhas profissionais e de exportação que criei para quem busca tratamentos seguros e com resultados naturais.

 Além de muitos outros lançamentos, a Inoar na Beauty Fair vem com a maior loja com mais de 500 itens de uma só marca no evento. E você terá acesso a muita informação com a nossa equipe apaixonada pelo que faz.

 O mercado respira novidades, e elas estarão esperando você na Beauty Fair.

Nos vemos lá.

Beauty Fair 2019

7 a 10 de setembro

Expo Center Norte

 

Inocência Manoel

Not today (hoje não)

Not today (hoje não)

Nós não somos a mesma pessoa todos os dias. Por mais que se mantenham rotinas, hábitos, horários, o eu de amanhã não será o mesmo eu de agora. Assim como acontece com a nossa pele e com os nossos cabelos, que sentem pequenas mudanças climáticas e de humor, todas as transformações da vida nos impactam diretamente.

Quem me conhece de perto sabe bem da minha energia. Ela parece ser inesgotável. E na maioria das vezes é, sim, de fato. Tenho meus afazeres de empresária, que não são poucos, e estou trabalhando 100% do meu tempo. Mesmo nos meus momentos de lazer, estou estudando, pesquisando. Não somente porque esta indústria não para, mas porque estar em atividade faz parte da minha essência.

Na maior parte do tempo, estou envolvida com coisas que não são para mim. Estou criando, pensando nas demandas de tantas outras pessoas. Estou cuidando do projeto Beleza Solidária, estou ouvindo pessoas e seus problemas. Gosto do lado humano e social, mais do que vocês podem imaginar.

E isso demanda uma energia sem tamanho e que eu nunca irei medir, pois não é o ponto. Mas às vezes, bem às vezes mesmo, entrego os pontos e vocês precisam saber: é preciso uma baita coragem para me aquietar e me recolher também.

Já disseram que esmorecer é muito diferente de enfraquecer. Aliás, é saber que não é preciso ser forte o tempo todo.

“Não estou. Não estou disponível. Não posso. Não dou conta. Hoje não.”

A alma precisa descansar também e isso não é enfraquecer. A gente precisa se dar o direito de se recolher para tentar entender o que está acontecendo na nossa vida. Colocamos tanta energia no que fazemos, que exige tempo, trabalho intelectual, e temos sim que parar.

Esmorecer faz parte da vida. É um ato de se recolher de forma consciente para entender o que está acontecendo.

Todos nós tempos momentos difíceis na vida. Falo isso sem nenhum medo, pois eu pude me aquietar e entender 100% dos “perrengues” pelos quais passei. Enfrentei e enfrento cada uma de minhas dores com coragem, para poder entendê-las em sua profundidade e superar cada problema. Nesses tempos, voltei para dentro de mim mesma, me conectei com a minha família, com as minhas saudades e dessa forma vou criando novos caminhos.

Superar é possível quando a gente vive o problema em sua totalidade, sem fugir. É preciso uma baita coragem, eu sei. Há dores que sufocam e parecem que nunca mais terão fim. Procure compreender e ressignificar sua história. Olhe à sua volta, olhe para seus familiares, veja outros pontos de vista, converse com quem você ama e descubra outras histórias para além da sua dor. Você irá abrir a janela da sua alma e este é o primeiro passo para entender o quão importante é este processo.

Inocência Manoel

CONSELHEIRA DA CNTU

CONSELHEIRA DA CNTU

Tomei posse no Conselho Consultivo da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), no dia 16 de agosto, durante a 14ª Jornada Brasil 2022.

Agradeço a confiança Diretores e integrantes da CNTU. Me sinto honrada por integrar tão nobre Conselho. O convite chegou num momento onde estou reposicionando minha vida, e tenho certeza, veio em reconhecimento ao engajamento social, pela visão empreendedora e estímulo na luta como empresária, que sempre trabalhou na perspectiva de crescimento com geração de renda e ocupação. Embora engajada no debate das transformações sociais que atravessa à sociedade brasileira, principalmente a indústria 4.0 (inovações tecnológicas na produção e no trabalho), acompanho também o impacto que tais inovações estão fazendo nos modos de viver e pensar em um mundo hiper conectado.

A 14ª Jornada Brasil 2022, realizada pelo CNTU, debateu as muitas interrogações da 4ª Revolução Industrial, que certamente traz grandes benefícios na produtividade, mas também resultados que, no médio prazo, se não houver grandes investimentos em ciência e tecnologia, com formação e capacitação, principalmente de jovens e mulheres, e incentivo a pequena e média indústria nacional, pode agravar ainda mais a situação de desemprego no país.

Reproduzo aqui um trecho da Carta Aberta aprovada na plenária do evento que empossou os conselheiros:

“[…] Somos a favor das inovações técnicas como instrumentos de melhoria da vida e da produção de bens e serviços. Não podemos abrir mão de decidir como queremos viver e não podemos entregar à tecnocracia o poder de definir sozinha os meios e as formas de existência, pois o bem viver é o que mais importa aos povos. Portanto, a inovação técnica deve ser seletiva e racional, favorecendo o bem-estar social e o equilíbrio socioambiental.  

É nesse sentido que a CNTU, apoiada em suas federações e sindicatos filiados e em seu Conselho Consultivo, se propõe atuar. Assim, diante das transformações trazidas pela Revolução 4.0, essa ampla rede de lideranças pelo progresso social e pela democracia defende:

1) políticas públicas que limitem excessos técnicos abruptos contra a estabilidade dos trabalhadores e da vida humana;

2) políticas de proteção social frente ao desemprego estrutural decorrente das inovações tecnológicas;

3) políticas de orientação, formação e qualificação dos trabalhadores frente às transformações tecnológicas;

4) estudo de janelas de oportunidades para a geração no Brasil de conhecimentos, negócios e trabalhos no contexto da revolução tecnológica em curso;

5) adoção pelas entidades sindicais de técnicas inovadoras para melhorar seu desempenho e
participação democrática;

6) esclarecimento e orientação em prol da saúde, da educação, da solidariedade e da dignidade frente às transformações materiais e existenciais promovidas pela expansão técnica.

Com determinação, esperança e luta vamos contribuir com o debate de ideias, a formulação e a implementação de políticas que coloquem o avanço tecnológico a serviço da cooperação internacional pela preservação do planeta e da promoção da paz entre os povos e nações. Estejamos atentos e fortes. São Paulo, 16 de agosto de 2019.(veja íntegra)

A batalha é árdua, mas, somos fortes, e muitos, na defesa da vida digna e da democracia.

Inocência Manoel – Sócia Fundadora INOAR Cosméticos e Diretora de Marketing e Inovação.

INOCENCIA

 

A vez e a voz delas

A vez e a voz delas

Nesta semana a Lei Maria da Penha completou 13 anos. É muito pouco tempo para tentar diminuir a violência contra a mulher, que infelizmente acontece com muito mais frequência do que imaginamos.

Maria da Penha é uma farmacêutica que sofreu duas tentativas de homicídio e que fala por todas nós. Em 1983 ela levou um tiro do marido enquanto dormia. Com dois filhos pequenos, sobreviveu, porém não conseguiria mais andar. O marido, então, tentou eletrocutá-la no chuveiro, mas novamente Maria da Penha conseguiu se salvar. Para salvar tantas outras mulheres.

Foi em 2006 que a Lei Maria da Penha, que cria mecanismos para coibir a violência familiar contra a mulher, foi promulgada.

Mas ainda há muito a fazer. Ao lado da comemoração desta data, a estarrecedora notícia de que os casos de feminicídio aumentaram 44% no 1º semestre de 2019 no estado de São Paulo. É muita coisa.

Basta ligar a TV para ver as notícias de assassinatos por homens que não aceitaram uma separação, mas há inúmeras formas de violência contra a mulher, muitas vezes de forma velada, que podem estar acontecendo muito mais perto do que você imagina.

Na segurança de casa, acontecem desde agressões físicas até psicológicas e verbais, e existe uma relação de violência, que muitas vezes é invisibilizada por estar atrelada a papéis que são culturalmente atribuídos para homens e mulheres. O homem manda e pronto. É aceito assim. Mas em 90% dos casos, o homicídio contra as mulheres é cometido por homens com quem a vítima possuía uma relação “afetiva”.

E a violência não fica entre quatro paredes, não. Assédio, seja ele moral ou sexual, contra as mulheres no trabalho continua a ser exercido principalmente por pessoas que ocupam posições hierárquicas superiores. É triste e desumano.

O aumento do número de casos de violência contra a mulher colocou o Brasil em 5°lugar entre os países que mais cometem feminicídios em todo o mundo. Diante desce cenário, novas tecnologias vêm sendo usadas para ajudar. Alguns aplicativos para celulares são uma verdadeira revolução e, em muitos casos salvam vidas, dando voz a mulheres massacradas e sem esperança.

Vale a pena conhecer e divulgar:

SOS Mulher: desenvolvido pela Polícia Militar de São Paulo, é válido para mulheres que tenham alguma medida protetiva (como ordem de afastamento), determinada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. O SOS Mulher permite que as vítimas possam pedir socorro quando estiverem em situação de risco apertando um botão por cinco segundos.

Link

PenhaS: por meio do app, é possível encontrar um mapa de delegacias da mulher por todo o Brasil, obter apoio de outras mulheres pelo chat secreto e realizar um pedido de ajuda urgente pela ferramenta “GritaPenha”.

Link

Mete a Colher: conecta diretamente mulheres que precisam de ajuda com outras que podem oferecer apoio de forma voluntária. Nele, é possível contar com três categorias de pedidos de ajuda: apoio emocional, orientação jurídica e inserção no mercado de trabalho. Neste último caso, a ideia é auxiliar mulheres na procura de um emprego para largar a dependência financeira do parceiro.

Link

Iniciativas como essas são um sopro de esperança e merecem ser compartilhadas. Às vezes estamos ajudando alguém em segredo, mas isso nem importa.

Se pensarmos que o futuro é feminino, ainda há muito a ser feito para proteger nossas amigas, nossas mães, nossas filhas, nossas meninas. Mas nós mesmas iremos nos salvar.

Inocência Manoel

Um planeta sobrecarregado

Um planeta sobrecarregado

Quem está atento aos novos desenvolvimentos e ao rumo que venho dando no Marketing da Inoar já sabe: estamos cada vez mais verdes.

E isso não se trata de uma tendência, mas de um posicionamento em que acredito e pelo qual brigo com unhas e dentes. Quando criamos um negócio, temos que ter um propósito. E o meu tem a ver com deixar um legado. Não para mim, mas para o nosso planeta.

A marca que criamos é muito mais do que produzir e vender cosméticos. Queremos fazer isso de forma ética e só conseguiremos observando os 3 pilares que regem nossas criações na Inoar: o respeito às pessoas, o respeito aos animais e o respeito ao meio ambiente.

Ontem, dia 29 de julho, foi o Dia da Sobrecarga da Terra. Você sabe o que isso quer dizer? É data anual em que a nossa demanda por recursos naturais ultrapassa a capacidade de regeneração do planeta, ou seja, dia em que gastamos a bateria sustentável do planeta e não há energia o bastante para carregar como deveria.

Estamos todos sobrecarregados, inclusive nosso planeta. Infelizmente, a cada ano que passa, esse dia chega mais cedo no calendário. É urgente fazermos algo. E todos, eu você, cidadãos, empresas, podemos colaborar um pouquinho. Sabe como? Reduzindo o impacto que causamos.

Em março deste ano, eu assinei o Pacto Global da ONU, afirmando o compromisso da Inoar e do Beleza Solidária com a iniciativa e seus princípios.

O Pacto Global da ONU é a maior iniciativa de sustentabilidade empresarial do mundo, convidando empresas a alinharem as estratégias e operações com os princípios universais de direitos humanos, trabalho, meio-ambiente e combate à corrupção, e a tomarem medidas que promovam objetivos sociais.

A Rede Brasil do Pacto Global elaborou um quiz interativo para conscientizar a população em geral sobre o uso e a conservação dos recursos naturais. O teste analisa, de forma muito simples e didática, a nossa Pegada de Carbono individual, que é a medida das emissões de gases causadores de efeito estufa decorrentes direta ou indiretamente de nossas ações e do ambiente que nos cerca.

Estamos divulgando essa iniciativa em todos os canais da empresa e quero dividir aqui também e pedir: faça o teste:

http://scup.it/lvd7

Quando a gente passa a olhar para um problema, sabendo que fazendo parte dele, mas também de sua solução, podemos ver uma saída para este mundo.

Conto com você! E me conte o que achou.

Inocência Manoel

Inoar participa do Mandela Day na África do Sul

Inoar participa do Mandela Day na África do Sul

Equipes de futebol mantidas pela companhia na África do Sul participam de torneio com foco motivacional para crianças de comunidades do país.

São Paulo, 24 de julho de 2019 – Há 3 anos, a Inoar África do Sul desenvolve um projeto social tirando as crianças das ruas e dando-lhes um senso de propósito.

Para mantê-las ocupadas, e longe de problemas depois que retornam da escola, Shoki Richard Ndaba, parceiro da Inoar local que trabalha no mercado capilar étnico desde 2012, deu início a atividades em uma Academia, onde pudesse não apenas treinar essas crianças, ensinando futebol, mas também disciplina, para que possam ter foco e objetivos na vida. O esporte dá sentido à vida das crianças e a ação está em total sintonia com as práticas sociais do projeto Beleza Solidária, fundado pela empresária Inocência Manoel.

Foi assim que a Inoar África do Sul juntou-se a esta jornada, acolhendo as crianças, fornecendo equipamento para treino, uniformes, bolas de futebol, além de contribuições mensais para mantê-las em movimento, para manter este sonho vivo e cuidar das crianças, quando suas famílias não têm condições financeiras.

A missão da Inoar, junto com Shoki Ndaba, é ensinar a essas crianças que elas podem fazer diferença na sociedade, que elas têm um propósito e que podem ser exemplo para os demais.  Tudo isso começa com Motivação. As crianças não pertencem a nenhum clube de futebol e por isso a Inoar organiza jogos para que eles sejam reconhecidos.

No Mandela Day 2019, um dia para celebrar a vida de Nelson Mandela e um convite para que as pessoas reflitam sobre a importância de ajudar o próximo, lutando pela igualdade entre os povos e por um mundo mais generoso, um dos times da grande liga do país, Kaela Football Team, concordou em jogar contra o nosso Zikode Soccer Teams da Inoar, no sábado 20 de julho de 2019. A ação foi uma grande honra para essas crianças, que vêm treinando duro e esperando por um dia como este, onde podem finalmente jogar contra um grande time.

Uniformizados com as camisas verdes da Inoar, enfrentaram seu primeiro jogo. A equipe mais jovem, U11 (Under 11), jogou pra valer. No primeiro tempo, o time Kaela liderava por 1×0,  mas a equipe Inoar seguiu jogando e finalmente conseguiu um gol que levou a torcida à loucura. O jogo terminou 1×1. E nós não poderíamos estar mais orgulhosos.

O segundo jogo foi da equipe U13 (Under 13). Eles treinam há 3 anos e marcaram 2 gols, finalizando em 2×0.

Com tamanha visibilidade, talento e técnica demonstrados, algumas crianças foram selecionadas para equipes das ligas 9 -13 anos.

Esta iniciativa está alinhada com os preceitos do projeto Beleza Solidária, fundado por Inocência Manoel com o objetivo de melhorar a vida das pessoas em situação de vulnerabilidade e capacitá-las, como vem fazendo em sua sede e por meio de parcerias. “A essência deste projeto deve estar presente em todos os locais que trabalham a marca Inoar e neste sentido a Inoar África do Sul desenvolve um trabalho exemplar”, diz Inocência Manoel.

‘”Eu sou quem eu sou porque somos todos nós” – Esta frase de Nelson Mandela sintetiza tudo aquilo em que acredito. Os projetos sociais, como o Beleza Solidária, são fundamentais para que toda a luta humanitária continue reverberando em todos nós”, finaliza a empresária.

Link para fotos: http://scup.it/luor

Montagem 3

Montagem2

Sobre a Inoar
Empresa brasileira referência no mercado nacional e internacional, a Inoar Cosméticos traz em seu DNA a essência de seus fundadores: a criação de produtos inovadores pelo olhar único de Inocência Manoel, Diretora de Marketing e Criação, e a administração dos negócios de Alexandre Nascimento fazem da Inoar uma marca de cosméticos inspirados em vários tipos de pessoas, com inovação, tecnologia de ponta e o know-how de quem entende as necessidades de profissionais e consumidores finais.

 Projeto Beleza Solidária Inoar
Fundado por Inocência Manoel, o Beleza Solidária é um projeto da marca Inoar criado para capacitar pessoas de diferentes comunidades, no Brasil e no exterior, e está também voltado à recuperação das identidades das mulheres e ao seu empoderamento. Com cursos oferecidos à população de baixa renda, e ações itinerantes diversas, a iniciativa pretende oferecer à sociedade um caminho para o empreendedorismo.

http://www.inoar.com
http://www.belezasolidaria.com
Facebook: Inoar Brasil
Instagram: @InoarBrasil | belezasolidaria.inoar
Tel.: +55 11 4135-4555