4 dicas de como o óleo de coco pode ajudar seus cabelos e pele

4 dicas de como o óleo de coco pode ajudar seus cabelos e pele

Não é de hoje que o óleo de coco faz sucesso entre as mulheres. Com o passar dos anos, o produto se mostra cada vez mais multifuncional e benéfico para diferentes partes do corpo. Em um primeiro momento, o óleo de mostrou um ótimo produto para os fios. E acabou invadindo os cuidados diários da pele.

A Inoar empresa na qual sou fundadora lançou na Beauty Fair 2018 o seu Óleo de Coco Virgem. Conheça as melhores maneiras de usar o produto que se destaca por seu poder nutritivo:

Umectação dos cabelos

A forma mais popular de usar o óleo de coco pode ser considerada a umectação dos fios. Os cabelos que necessitam de nutrição clamam por uma noite com esse produto. Mas você pode variar o tempo de pausa de acordo com a necessidade dos seus fios. Lembrando que aplicação deve acontecer nos fios secos e retirado por meio de uma lavagem convencional.

O óleo pode ser convencionalmente usado para dar brilho aos cabelos em uma finalização simples ou em massagens capilares para estimular o crescimento saudável dos fios.

Hidratação

Se engana quem acha que o poder do óleo de coco se resume à nutrição. Ele também é uma ótima opção para hidratar os fios durante o banho. É indicado utilizar o produto junto à máscara de hidratação e seguir com a lavagem normalmente. O poder do óleo de coco, aliado à máscara, potencializa o tratamento de hidratação.

Demaquilante natural

A sua pele também pode sentir os benefícios do óleo de coco. Além de ser muito nutritivo e hidratante para os cabelos, o produto pode desempenhar diferentes funções para a pele. Uma delas acontece no processo de limpeza. Você pode aplicar óleo de coco para facilitar a retirada de make do seu rosto, por exemplo.

Para isso, basta passar o produto em suas mãos e aplicar na face. O óleo irá “derreter” as substâncias da maquiagem que estão em sua pele e permitir uma limpeza mais profunda de seu rosto. Após isso, basta retirar com algodão e seguir com a lavagem da face.

Prevenção às olheiras

A gente sabe que, para evitar as olheiras, ter um sono regular é indispensável. Mas existem truques capazes de evitar essa inimiga, principalmente, das mulheres. Um deles é a aplicação do óleo de coco na região da bolsa dos olhos diariamente. Com o tratamento, é possível notar a diferença em poucas aplicações.

Lembramos que o óleo é capaz de amenizar situação de olheiras mais esporádicas. Casos crônicos devem ser acompanhados por um especialista.

Por Inocência Manoel

A importância da certificação Halal para cosméticos internacionais

A importância da certificação Halal para cosméticos internacionais

Quem acompanha a página da Inoar, empresa da qual sou fundadora ou o meu Blog, com certeza, já observou o termo Halal. A expressão é de origem islâmica e significa “licito, permitido, autorizado”. Pode ser classificado como um termo religioso, pois os produtos Halal são aqueles cujo consumo é permitido por Deus (Alá), deus islâmico.

Seguidores dessa doutrina, concentrados principalmente no Oriente Médio, consomem apenas produtos e alimentos que tenham a autorização concedida pela SIILHALAL e FAMBRAS HALAL. A Inoar conquistou a liberação Halal para seus produtos em 2016. Mas é preciso entender mais sobre a importância dessa conquista.

Os muçulmanos são cerca de 30% da população mundial e formam um dos maiores mercados de alimentos e bens de consumo do mundo inteiro. Eles, seguidores do islamismo, devem consumir apenas aquilo que está em acordo com as jurisprudências islâmicas. Daí vem a importância da liberação para o ramo cosmético. São mais de 1,6 bilhão de pessoas praticantes do islamismo.

Mas o que são essas jurisprudências islâmicas? Elas são requisitos legais e critérios determinados pela Sharia, partindo da ideia que o uso de um produto pode influenciar a alma, comportamento, saúde moral e física do ser humano. Para o ramo cosmético, basicamente, os produtos não devem conter ingredientes de animais abatidos na forma halal e não conter ingredientes de animais considerados proibidos. A lista de ingredientes proibidos pode incluir, alantoína, âmbar-cinzento, colágeno, elastina, gelatina, gordura animal e seus derivados, baba de caracol e extrato de cochonilha, entre outros.

No caso dos cosméticos, impedir o contato puro dos cabelos ou pele com o ambiente, formando uma barreira, infringe o Halal. E a Inoar provou ser capaz de ter produtos, mesmo que para alisamentos, que não impedem esse contato. É o caso do ácido glioxílico, substância presente em produtos de exportação da marca. Um estudo encomendado pela empresa constatou que o componente quebra a cistina, para o alisamento capilar, porém não há formação de filme. As propriedades mecânicas de tensão, de ruptura e maleabilidade são muito próximas aos padrões virgens, não influenciando a penetração de água, por exemplo.

Seguir as jurisprudências desse público, o qual concentra-se mais de 60% na região Ásia-Pacífico, faz com que seja atingido grande parte do território africano. Assim, expandir o comércio dos produtos para outros continentes pode estar relacionado intimamente com o respeito a certos princípios culturais e religiosos.

E eu considero isso muito importante. Por pensar no bem-estar de todos os consumidores – e trabalhando com o respeito acima de tudo – a empresa que tenho o orgulho de ter criado, a Inoar, conquista novos povos. Assim, preserva sua preocupação genuína com a ética, segurança, qualidade e inovação de seus produtos. E, como reconhecimento dessa conduta, obtém certificação Halal.

Inocência Manoel – Fundadora INOAR Cosméticos

INOAR PORTUGAL/EUROPA, BEAUTY FAIR/SÃO PAULO E MUITO +

_DAN7406

Saudades que estava de meu blog.
Aqui compartilharei às ações/eventos da INOAR Portugal/Europa. Mas, antes, embora muitos tenham acompanhado, tenho que comentar sobre a Beauty Fair, que aconteceu entre 8 a 11 de Setembro (razão de minha ausência), no Expo Center Norte, São Paulo.

A Beauty Fair é reconhecida como a maior feira de beleza profissional das Américas, além de promover diversos eventos, ao longo do ano, que desenvolvem e fortalecem todos os elos da cadeia produtiva no segmento de beleza.

Com stand de 1.000 m2, chegamos à Beauty Fair 2018 com dez lançamentos 100% veganos, entre linhas para os cabelos e os kits de Limpeza Facial, Cuidado Diário e Cuidados com o corpo, assinados pela apresentadora Sabrina Sato, garota-propaganda da linha de Dermocosméticos.

Também marcaram presença no palco da INOAR o ator Bruno Gissoni e Dr. Rey, que contagiaram o ambiente, causando alvoroço entre os visitantes do stand.

Não há como traduzir o empenho de toda Equipe da Inoar que garantiu mais esse sucesso total. Em ação ousada num tempo de recuo da maioria dos segmentos no país, tanto pela “instabilidade política” devido às eleições, como alta do dólar, entre outras questões econômicas, à INOAR reposicionou a marca se apresentado ao mercado com o que tem de mais original: a força de seus ingredientes naturais. É nosso DNA estar sempre inovando. Os lançamentos apresentados foram criados com base na filosofia de respeito aos indivíduos, aos animais e ao meio ambiente. Daí serem 100% veganos.

Há dois anos integramos à lista do PETA (Associação de Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais) de empresas “livres de crueldade” (cruelty free), e vegana para sua linha de produtos capilares. Isso significa que nossos produtos passam por testes, mas nunca em animais. Tais aspectos éticos é que devem ser resgatados em uma sociedade hiperconectada, mas que busca sua essência no que é belo, verdadeiro e simples.

O próximo post será sobre oportunidades e o potencial de crescimento da INOAR Portugal/Europa, onde estou neste momento.

 

Inocência Manoel – Fundadora INOAR Cosméticos

INOAR COSMÉTICOS E O ESPÍRITO DO TEMPO

vegan

Se observarmos à natureza veremos que tudo muda o tempo todo. Enquanto parte dela também estamos em constante mudança. Certamente que alguns mudam nesse movimento natural, outros resistem mais às mudanças. Mas, a única certeza é que tudo está em mutação constante, e hoje isso é mais observável pelo “tempo digital”. O que certamente deixa muitos inseguros, pois é difícil definir o que está em constante mudança.

Dizem os especialistas que as transformações tecnológicas hoje são a maior revolução da história da humanidade, e seu impacto infinitamente superior à revolução industrial no século XIX. Daí que temos sentido maior necessidade de busca por nossas origens, nossos antepassados, para, em certo sentido, preservar uma identidade.

Venho fazendo tal processo: resgatando minha história, minha origem, as coisas que sempre gostei de fazer. Somos resultado da miscigenação étnica-cultural que transformou as Américas há pelos menos 15 mil anos quando datam os primeiros registros de presença humana. Mais, recentemente, há pelo menos 518 anos (oficialmente o descobrimento do Brasil), é que houve a ocupação efetiva do território por europeus. Antes disto, as Nações indígenas habitavam aqui em harmonia com à natureza.

Há, pelos menos três traços étnicos em minha família que vão influenciar para sempre nossos hábitos: Portugueses, Espanhóis e Índios. Minha avó materna era índia no Mato Grosso. Saber de minhas origens indígenas me faz entender o gosto pelas plantas, por mexer na terra, pelas flores, os frutos, animais, cuidado e preservação da vida, solidariedade, etc.

Ter convivido muito com ela, e morado no interior do Estado de São Paulo, me remete aos rituais cotidianos simples com o uso de plantas, ervas. No cabelo a babosa logo virava um néctar no fortalecimento dos fios. O chá de camomila para enxague e um pouco de sol mantinham o cabelo mais claro. Às máscaras esfoliantes com azeite de oliva e açúcar para uma pele sem manchas e lisa.

As pessoas fazem uso de muitas receitas para cuidados pessoais e de beleza sem saber que são veganas, orgânicas, naturais, entre outros conceitos. Isso porque é intuitivo. Tal memória ancestral, o resgate que tenho feito de minhas origens, também tem se traduzido na empresa. A marca INOAR Cosméticos está se reposicionando na busca por maior integração com à natureza, que somos parte enquanto seres, e não superiores a ela, como já mencionei em outro post neste blog.

Na Beauty Fair 2018 apresentaremos produtos à base de flores, plantas, ervas, óleos (que sempre foi nosso forte), entre outros ingredientes naturais, orgânicos e veganos. Certamente que produzidos com o melhor da tecnologia em indústria cosmética, mas todos alquimicamente trabalhados para o êxtase dos sentidos. São aromas, texturas e cores que conectam os tempos: a origem e as transformações, o passado e o futuro no espírito de um tempo que se pretende eterno: o agora.

 

Inocência Manoel – Fundadora INOAR Cosméticos

 

 

NATUREZA FARTA PARA PRODUÇÃO DE COSMÉTICOS

lindssima

A abundância da natureza é algo que nos fascina. Com simplicidade, o reino vegetal, nos presenteia com suas milhares de cores, formas, texturas, aromas, causando sensações inesquecíveis.

Há uma parte da indústria cosmética que vem buscando produzir com matérias primas naturais, orgânicas e veganas. Não só para aproveitar da biodiversidade, mas também, e principalmente, por que os consumidores estão cada vez mais exigentes quanto à fabricação de produtos que respeitem à vida, à natureza. O que se convencionou chamar “consumo consciente”. Pesquisas qualitativas têm mostrado que o consumo de produtos com ingredientes naturais, como flores, por exemplo, têm maior identificação devido à memória olfativa, despertando o desejo de “usar esses cheiros no corpo, cabelo e rosto.” “É como nos misturar, sintonizar com tanta beleza.”

Entretanto, o fator que também tem redirecionado à produção industrial de cosméticos é o engajamento (maior ou menor) na questão da sustentabilidade do planeta. Os recursos são esgotáveis, muitos, aliás, escassos ou em extinção. Usá-los com responsabilidade é garantir sua continuidade para que gerações futuras também possam ver e viver essa experiência.

Tudo que a natureza produziu/produz é perfeito. Estamos produzindo maravilhosas linhas de tratamento que serão lançadas na Beauty Fair 2018 (Expo Center Norte – 9 a 11 de Setembro). São tantas novidades que nosso Centro de Pesquisas Científicas tem trabalhado muito e com foco total no conceito de beleza natural, orgânica e vegana. AGUARDEM, mas principalmente, nos visitem na Beauty Fair. FALTAM 18 dias.

 

Inocência Manoel – Fundadora INOAR Cosméticos

TENDÊNCIAS DE CONSUMO COSMÉTICOS

images (9)

O mercado global de cosméticos veganos têm perspectiva de crescimento de 6,3% até 2025, projetando um faturamento de US$ 208 bilhões de dólares, conforme relatório do Grand View Research, Inc.

Veganos, como já dissemos em outro post aqui no blog, são os produtos fabricados sem matéria prima de origem animal, respeitando o direito destes enquanto seres vivos. Portanto, extinguindo qualquer pratica de exploração ou crueldade animal. E como uma natureza tão vasta, em 4 estações que se renovam justamente para contribuírem no ciclo da vida, de fato, as práticas de desrespeito aos animais é a barbárie em termos de evolução.

A consciência em consumir produtos veganos obriga à indústria rever seus processos de produção, explorando e pesquisando outros ingredientes, ativos, conceitos, comportamentos e desse modo melhor atender seu público consumidor ou potencial. Isso por que cada vez mais compreendemos o delicado equilíbrio da vida, onde cada parte tem seu papel.

Detalhes sobre mercado vegano, veja o link.

http://www.cosmeticosbr.com.br/conteudo/article/mercado-global-vegano-de-cosmeticos-deve-atingir-us-208-bilhoes-ate-2025/

 

Inocência Manoel – Fundadora INOAR Cosméticos

COSMÉTICOS SUSTENTÁVEIS = CONSUMO CONSCIENTE

dermo 2

A INOAR tem investido em certificações de seus produtos para garantir qualidade e fidedignidade nas suas linhas vegana, orgânica e cruelty-free. Daí a importância de compreender o que são cada um desses conceitos.

Cosmético vegano
Serão considerados veganos os cosméticos que não utilizam matérias primas de origem animal em sua composição. “Um cosmético vegano não significa que ele seja natural ou orgânico. Ele pode ser inteiramente sintético e, ainda assim, continuar sendo vegano.”

Cosmético orgânico
Serão considerados cosméticos orgânicos se formulados com mínimo de 95% de matérias-primas cultivadas sem uso de agrotóxicos, numa perspectiva sustentável, de respeito à vida e natureza.

Cosmético natural
Serão considerados cosméticos naturais os formulados com mínimo de 95% do total das suas matérias-primas de origem natural, podendo os 5% restantes ser de matérias matérias-primas orgânicas e/ou sintéticas, “desde que esses ingredientes não atendam pelo nome de Parabenos, Petrolatos, Triclosan, Mercúrio, Óleo mineral, Hidroquinona, PEGs, Imidazolidinyl Urea, Diazolidinyl Urea, Lauril Sulfato de Sódio, Lauril Éter Sulfato de Sódio, BHA, BHT e Silicone. Também não podem utilizar em sua formulação qualquer ingrediente de origem animal.”

Cosmético cruelty-free
Cruelty-free, do inglês, “sem crueldade” são os cosméticos que não realizam testes em animais. “Todavia, isso não significa que não há matérias-primas provenientes de origem animal em sua composição. Ou seja, é possível ser cruelty-free, sem ser vegano.”

Sintéticos
São a maioria dos cosméticos disponíveis no mercado, que tem na sua formulação ingredientes desenvolvidos em laboratório, de origem animal, utilizam corantes, conservantes, silicones, álcool e parabenos, […] e muitos deles são testados em animais.

Certamente o tema de cosméticos sustentáveis é bem mais complexo que as descrições acima, mas, vamos aprofundando. Num contexto onde busca-se maior integração e respeito à natureza, o consumo é cada vez mais consciente de que somos parte dela, e não superior para subjuga-la, destruí-la.

 

Inocência Manoel – Fundadora INOAR Cosméticos

 

http://www.peta.org

http://www.ciclovivo.com.br