Qual é o seu legado?

Qual é o seu legado?

A palavra legado vem do latim legatus, que por sua vez deriva de legare e significa aquilo que foi doado em lei. Por exemplo, algo que se deixa a alguém que não necessariamente seja seu herdeiro. Legado também pode ser atribuído a uma coisa imaterial. Quando você deixa uma obra, uma criação, algo que influencia a vida de pessoas, isto é um legado.

Quando comecei a trabalhar, era muito nova, mas havia dentro de mim a vontade de fazer algo “infinito”. Tinha poucas oportunidades, mas coragem suficiente para mudar minha própria condição (e a de meus familiares e de tantas outras pessoas). Isso ali ainda não tinha nome. Mas estava dentro de mim.

E entre tantas idas e vindas, foi assim que cheguei até aqui e é assim que continuo criando e desenvolvendo produtos, entre tantos outros projetos que me movem e que compartilho com vocês, aqui no blog ou nas páginas da Inoar.

O que ninguém sabe é a importância que dou para todo este legado. E isso faz uma verdadeira diferença na forma como as pessoas veem a marca. Isso porque elas querem se relacionar com empresas cujas crenças estão baseadas em valores sólidos. Empresas que representam um importante legado tendem a ser mais valorizadas e almejadas do que aquelas que têm um perfil volátil.

Agora segura esta: uma pesquisa recente publicada na revista Harvard Business Review mostrou que empresas que não possuem foco em lucro são as que mais estão lucrando.

O levantamento veio a partir de uma análise de empresas de médio e grande porte e demonstrou que negócios com um propósito maior que simplesmente ganhar dinheiro tiveram seis vezes mais retornos para seus shareholders do que aquelas focadas exclusivamente no lucro.

Quando comecei a criar meus produtos para cabelos, eu não tinha em mente a venda. Eu tinha ali um propósito, que era fazer um produto de melhor qualidade e com menor custo para minhas clientes de salão. Vejam bem que a venda não era o meu principal pensamento, ela era uma consequência.

Nesta época, ainda não se falava em capitalismo consciente, mas eu tinha a clara percepção de que o modelo Wall Street de fazer negócios, só focado em lucro, não duraria para sempre. Hoje temos tecnologia e informação na palma das mãos e estamos sendo testemunhas de como os valores da sociedade estão mudando.

Hoje ninguém faz uma compra inconsciente. E eu não faço um produto sequer no qual eu não acredite com todas as minhas forças. Sem perceber eu sempre estive inserida neste modelo de empreender com propósito.

Nesta trajetória, errei e acertei, mas aprendi com todas as opções. Ter propósito é deixar um legado. E, acima de todas as definições para esta palavra tão forte, para mim ela está relacionada ao próximo. Àqueles que amo, àqueles que trabalham comigo, àqueles que nem me conhecem e me agradecem por um produto.

O valor disso não se mede.

E você? Qual é o seu legado?

Inocência Manoel

O que esperar da Beauty Fair 2019

O que esperar da Beauty Fair 2019

Chegou setembro e com ele os dias de Beauty Fair. Há mais de 10 anos, a Inoar participa deste evento que, hoje, é reconhecido como a maior feira de beleza das Américas, superando os números do exterior e abrindo grandes oportunidades de negócios.

 Para este ano, estamos preparando lançamentos grandiosos que vêm reforçar o nosso posicionamento de desenvolver cosméticos veganos. Muito mais do que uma tendência, é uma realidade que veio para ficar.

 Todos os nossos produtos são fabricados SEM a utilização de matérias-primas de origem animal e jamais são testados em animais (prática sempre repudiada pela nossa companhia) e se isso antes era uma luz no fim do túnel, agora é um farol aceso indicando a direção mais do que certa.

 Você poderá conferir o lançamento da primeira coloração e do primeiro tonalizante VEGANOS com performance profissional, que lançaremos no evento. Poderá conhecer a linha Go Vegan, com shampoo, condicionador e máscara, criados apenas com ingredientes botânicos e com enxágue rápido – assim você não desperdiça mais água do planeta.

 Você continuará vendo uma Inoar compromissada com a sua liberdade de cuidar do cabelo de um jeito natural, valorizando os cachos, os ondulados, os afros e celebrando a diversidade da beleza.

 Poderá ver linhas profissionais e de exportação que criei para quem busca tratamentos seguros e com resultados naturais.

 Além de muitos outros lançamentos, a Inoar na Beauty Fair vem com a maior loja com mais de 500 itens de uma só marca no evento. E você terá acesso a muita informação com a nossa equipe apaixonada pelo que faz.

 O mercado respira novidades, e elas estarão esperando você na Beauty Fair.

Nos vemos lá.

Beauty Fair 2019

7 a 10 de setembro

Expo Center Norte

 

Inocência Manoel

Um planeta sobrecarregado

Um planeta sobrecarregado

Quem está atento aos novos desenvolvimentos e ao rumo que venho dando no Marketing da Inoar já sabe: estamos cada vez mais verdes.

E isso não se trata de uma tendência, mas de um posicionamento em que acredito e pelo qual brigo com unhas e dentes. Quando criamos um negócio, temos que ter um propósito. E o meu tem a ver com deixar um legado. Não para mim, mas para o nosso planeta.

A marca que criamos é muito mais do que produzir e vender cosméticos. Queremos fazer isso de forma ética e só conseguiremos observando os 3 pilares que regem nossas criações na Inoar: o respeito às pessoas, o respeito aos animais e o respeito ao meio ambiente.

Ontem, dia 29 de julho, foi o Dia da Sobrecarga da Terra. Você sabe o que isso quer dizer? É data anual em que a nossa demanda por recursos naturais ultrapassa a capacidade de regeneração do planeta, ou seja, dia em que gastamos a bateria sustentável do planeta e não há energia o bastante para carregar como deveria.

Estamos todos sobrecarregados, inclusive nosso planeta. Infelizmente, a cada ano que passa, esse dia chega mais cedo no calendário. É urgente fazermos algo. E todos, eu você, cidadãos, empresas, podemos colaborar um pouquinho. Sabe como? Reduzindo o impacto que causamos.

Em março deste ano, eu assinei o Pacto Global da ONU, afirmando o compromisso da Inoar e do Beleza Solidária com a iniciativa e seus princípios.

O Pacto Global da ONU é a maior iniciativa de sustentabilidade empresarial do mundo, convidando empresas a alinharem as estratégias e operações com os princípios universais de direitos humanos, trabalho, meio-ambiente e combate à corrupção, e a tomarem medidas que promovam objetivos sociais.

A Rede Brasil do Pacto Global elaborou um quiz interativo para conscientizar a população em geral sobre o uso e a conservação dos recursos naturais. O teste analisa, de forma muito simples e didática, a nossa Pegada de Carbono individual, que é a medida das emissões de gases causadores de efeito estufa decorrentes direta ou indiretamente de nossas ações e do ambiente que nos cerca.

Estamos divulgando essa iniciativa em todos os canais da empresa e quero dividir aqui também e pedir: faça o teste:

http://scup.it/lvd7

Quando a gente passa a olhar para um problema, sabendo que fazendo parte dele, mas também de sua solução, podemos ver uma saída para este mundo.

Conto com você! E me conte o que achou.

Inocência Manoel

Ética na produção de cosméticos e representatividade foram temas da sexta edição do Congresso Cabelo & Ciência

Ética na produção de cosméticos e representatividade foram temas da sexta edição do Congresso Cabelo & Ciência

Inoar Cosméticos debate o papel da indústria na formulação e comunicação de produtos

•              Refugiado sírio, auditora de cosméticos para muçulmanos e influenciadora com mais de 40 anos se reuniram para falar sobre representatividade

•              Produto capilar que permite 3 protocolos de uso – do liso ao cacheado – foi destaque

São Paulo, 10 de junho de 2019 – A Inoar trouxe mais uma vez a São Paulo, na segunda-feira, no hotel Estanplaza Paulista, um encontro para reunir estudos da área capilar e profissionais do setor. Em sua sexta edição, o Congresso Cabelo & Ciência teve como tema  “CosmÉTICOS. Novos desafios e novas tecnologias para o desenvolvimento de produtos éticos para modificação da forma e textura da fibra capilar”.

Com profissionais do setor e convidados, o evento abordou os diferentes tipos de fibra capilar, as novas tecnologias de tratamentos éticos para modificação de texturas, formulação para redução de volume, a volta dos cachos e teve uma demonstração prática de três diferentes protocolos de aplicação do produto Thermoliss Profissional, que permite alisamento dos fios, ou apenas um tratamento para manutenção de cachos.

Além disso, a empresa apresentou para profissionais e os demais participantes do evento os conceitos de Cosméticos veganos e Cosméticos Halal – liberados para o uso dos muçulmanos, com a participação da Auditora do setor Halal Industrial da Fambras, Najla Hiam Ali Chahine.

Pela quarta vez consecutiva, o Painel Representatividade foi um dos momentos altos do evento. A influenciadora Marfim Rosa falou sobre sua trajetória como blogueira com mais de 40 anos e da importância da inclusão de mulheres negras maduras na comunicação.

Najla Hiam Ali Chahine trouxe aspectos da cultura muçulmana e de como as mulheres lidam com a beleza e a vaidade. O jornalista sírio, Anas mhd adnan Obaid, falou sobre história de vida, a guerra em seu país, o recomeço longe de casa e as diferenças culturais.

Ao apresentar suas histórias, todos discutiram a importância da Representatividade no mercado cosmético e o impacto da beleza, além da importância de se ver representados nos mais diferentes cenários. Para Inocência Manoel, “É importante ver mulheres, negros, LGBTs, pessoas com deficiência e outros grupos de diferentes culturas ocupando mais espaços para que o sentimento de pertencimento ganhe cada dia mais e mais perfis, com toda sua complexidade, dentro da nossa sociedade.”

Durante o Congresso Cabelo & Ciência, a Inoar levantou novamente discussões sobre as diferenças e a importância de se respeitar cada identidade. “A sociedade está passando por uma transformação e nós, como marca e indústria, precisamos nos expor para ouvir nossos clientes, aprendermos com eles e tentarmos ajudar este movimento a crescer. As pessoas não aceitam mais uma única forma de cabelo, estilo, é por isso que precisamos enxergar as necessidades reais em busca do que é mais valioso: o respeito ao indivíduo, seja ele quem for”, diz Inocência Manoel.

Sobre a Inoar

Empresa brasileira referência no mercado nacional e internacional, a Inoar Cosméticos traz em seu DNA a essência de seus fundadores: a criação de produtos inovadores pelo olhar único de Inocência Manoel, Diretora de Marketing e Criação, e a administração dos negócios de Alexandre Nascimento fazem da Inoar uma marca de cosméticos inspirados em vários tipos de pessoas, com inovação, tecnologia de ponta e o know-how de quem entende as necessidades de profissionais e consumidores finais.

Inoar

http://www.inoar.com

Facebook: Inoar Brasil

Instagram: @InoarBrasil | belezasolidaria.inoar

Tel.: (11) 4135-4555

 

AF_6Congresso_Tela_PainelRepre

IMG_3687.jpg

Qual é a data do seu renascimento?

Qual é a data do seu renascimento?

Eu tenho um baita orgulho da minha idade e da minha história de vida. Não porque tenha chegado onde cheguei, mas por causa do caminho. E porque, afinal, temos que ter orgulho daquilo que nos tornamos.

Gabrielle Chanel dizia: “já não sou o que era, devo ser o que me tornei”, sobre as nossas transformações. Autêntica self-made woman, ou seja, aquela mulher empreendedora e independente, graças a ela, podemos usar roupa esporte, cabelos curtos, bijuterias e, claro, um bom perfume, para sermos aquilo que quisermos.

Tenho pensado muito nessas mulheres chamadas de loucas e quando teria sido o dia em que elas mudaram tudo, viraram o jogo. Talvez este seja um dia para celebrar. Ora, se comemoramos todos os anos nosso aniversário, porque não cantar parabéns para o dia em que você renasceu?

A Páscoa, período em que os cristãos celebram a ressureição de Cristo, foi o momento ideal para a reflexão.

Eu posso dizer que renasci em 2018. Está estampado em meu rosto, celebrado na nova cor dos meus cabelos, que dizem muito sobre quem eu sou.

Junto com essa mudança pessoal, veio uma mudança muito grande refletida no meu trabalho, nas criações da Inoar.

Em outras palavras, a Inoar também renasceu. Uma mudança gigante vem sendo implementada por meu time desde então, com novas cores, novos layouts de embalagens, lançamentos nacionais e internacionais. A Inoar mostrou sua cara para o mundo.

Conta a mitologia grega que a ave uma ave de penas douradas chamada Fênix morria e em seguida entrava em autocombustão. Passado algum tempo renascia das próprias cinzas. Outra característica da Fênix é sua força para carregar as mais pesadas cargas.

Me senti assim: tendo que morrer e renascer. E, neste sentido, a Inoar veio comigo. Renasci da força que preciso ter para enfrentar diariamente aqueles que querem me derrubar. Renasci de conspirações para me tirar do meu próprio sonho e de tudo o que construí com tanto trabalho. Me transformei a partir de desilusões. Mas me fortaleci na fé, na paz de espírito que venho sentindo ao me encontrar comigo mesma. Isso é empoderador!

O meu renascimento tem uma data: 15 de fevereiro de 2018. Este é o dia que tudo mudou. Inoar não é mais a mesma. Ela vem comigo neste renascimento, que começou quando podia ter sido o fim. Mas isso fica para um próximo post.

“A glória desta última casa será maior do que a da primeira, diz o Senhor dos Exércitos.” (Ageu 2:9 a)

Post_Ino_antedepois

Post_Produto_antedepois

Pacto Global da ONU. Eu apoio!

Pacto Global da ONU. Eu apoio!

Na última sexta-feira (5 de abril de 2019) recebi um e-mail que já estava esperando há alguns dias e que confirmaria o meu feeling tão aguçado – as boas-vindas ao Pacto Global das Organizações das Nações Unidas – ONU.

A Inoar tornou-se, assim, participante desta importante iniciativa de sustentabilidade empresarial graças ao meu apoio incondicional aos seus princípios universais de direitos humanos, trabalho, meio-ambiente e combate à corrupção.

Há muitos anos venho insistindo em fazer uma empresa diferente. Digo insistir pois no mundo empresarial é preciso vencer algumas barreiras, criar novos hábitos, “matar um leão por dia”, para poder construir um negócio de valores (que não necessariamente tem a vem com dinheiro).

Assim, como vocês já conhecem, é meu investimento pessoal, de tempo, de dinheiro, e um investimento emocional também, que impulsiona a iniciativas sociais do projeto Beleza Solidária. E são elas que fazem com que a gente se aproxime mais de iniciativas tão importantes para as questões humanas para quem todo empresário tem o dever de olhar.

É por meio do projeto Beleza Solidária que as identidades de pessoas das bases da pirâmide social são resgatadas em cursos de capacitação e ações emergenciais em parceria com ONGs, no Brasil e no mundo.

Estamos também comprometidos com a questão da representatividade, acreditando na importância de mulheres, negros, LGBTs, pessoas com deficiência e outros grupos ocupando mais espaços, no dia a dia, em suas parcerias, e em sua comunicação.

A Inoar garante que os direitos dos trabalhadores sejam respeitados e contribui para a abolição de todas as formas de discriminação, especialmente pelo Projeto Mais Sessenta, para a contratação de profissionais maduros.

Reafirmamos nosso posicionamento com a questão da biodiversidade, desenvolvendo cosméticos veganos, sem testes em animais e sem ingredientes de origem animal, e também estamos comprometidos com o uso de matérias primas e processos que não agridem o meio-ambiente.

A Inoar apoia, ainda, a luta contra a corrupção, extensiva a todos os colaboradores, executivos, diretores e sócios, em sua sede e rede de distribuidores.

As ações práticas que a Inoar vem desenvolvendo ao longo dos anos têm total sinergia com os princípios estabelecidos pelo Pacto Global: Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Luta Contra a Corrupção. Agora, somos participantes desta grande iniciativa da ONU, que vem reforçar tudo aquilo em que sempre acreditei.

Inocência Manoel

Post_PactoGlobalOnu

Minha história deu um livro

Minha história deu um livro

Tenho lido e relido os manuscritos finais do livro que irei publicar com a história da minha vida. Não por vaidade, mas porque realmente faço parte de uma minoria de pessoas que conseguem transformar a própria história. No Brasil, quem nasce nas camadas mais pobres pode levar até 9 gerações para atingir uma renda média.

Eu acredito em inspirações, muito mais do que em fórmulas para ensinar as pessoas a “chegarem lá’.

Tenho os meus ídolos e muitas vezes é uma música ou uma frase inspiradora que me move. As vidas reais, as histórias que nos empoderam e nos tiram da zona de conforto. Se eu tiver que ser uma inspiração, que seja a da minha vida real.

Uma vida em constante movimento e que meu deu alguns títulos: doida, delirante, sonhadora…

Aos pouquinhos, estamos conseguindo mudar a realidade, mas o fato é que sempre houve muito preconceito com as mulheres que fogem de um padrão estabelecido e enraizado na cultura brasileira (em outras também).

Eu nunca fui padrão, prefiro ser fora dos padrões. Sempre estudei e fui curiosa, isso me levou a desenvolver produtos, e é assim até hoje. Mas só fui ter carteira de trabalho há 3 anos, para poder me registrar como jornalista, o único registro que tenho na vida.

A maioria das minhas amigas casou, teve filhos e quando já estavam se aposentando, eu nem tinha plano de saúde. Estava na batalha.

Sofri preconceito de todos os lados, por quase todas as minhas decisões ou pela minha própria condição. Por ser mulher. Por ser solteira. Por ser mãe solo. Por ter mais de 40, mais de 50, mais de 60. Ao mesmo tempo em que a maturidade nos brinda com sabedoria para não sofrer, vamos colecionando cobranças de quem não se conforma com a nossa condição.

Me diziam para prestar concurso, para dar aulas, para arranjar um emprego. Eu, que nunca deixei de trabalhar um dia sequer da minha vida, jamais me senti desocupada. Eu só era “fora dos padrões”. E por isso me continuavam me chamando de louca.

Parece que o tal do “sucesso” caminha de mãos dadas com a loucura e ele realmente chega para quem não desiste no meio da jornada. Aos 55 anos de idade, enfim, parecia ter chegado a minha hora. A marca Inoar despontava no mercado da beleza e, em vez de comprar uma casa ou investir meu primeiro dinheiro, nós investimos na Beauty Fair, a maior feira de cosméticos do Brasil, e fizemos nossa primeira feira no exterior, em Nova York. Lá fiz questão de hastear a bandeira do Brasil, sendo os únicos representantes do país no evento.

Sofremos um duro golpe na volta, ao sermos roubados por um terceirista. Eu podia parar? Podia. Mas a louca aqui não para, não.

Dizem que conselho só se dá a quem pede. E se vocês que leem meu blog e se identificam com minha história me mandam tantas mensagens a respeito da minha vida, acredito que eu possa deixar algumas palavras que inspirem vocês também. Ou que, no mínimo, elas abram espaço para pensar.

Vamos ser loucas sim. Sem medo. É preciso muita loucura para acreditar que somos capazes de vencer, mesmo que já estejamos atravessando meio século de vida. Essa vida louca que tanto pregam não é senão uma vida de coragem, luta e FÉ.