2020 não é um ano perdido

São muitas as tristezas, e não há como procurar o lado bom da vida, quando ela se vai. Toda a minha solidariedade aos familiares que enterram seus mortos e muita força para quem está lidando com essa doença de perto. Meus aplausos para os profissionais de saúde e tantos outros na linha de frente em um ano que jamais será esquecido.

Quero hoje, porém, lembrar que 2020 não é um ano perdido. De todas as situações a gente pode tirar lições. Costumo dizer que crises sem precedentes geram viradas sem precedentes. E é para isso que somos feitos: a raça humana é quem pode salvar a raça humana. Sejamos a luz no fim do túnel, dentro do túnel e fora dele também.

A minha vida inteira fui obrigada a enfrentar as mais variadas crises: separações, preconceitos, julgamentos. Fui mãe solo e sou ativista. E acredito que foram todas essas situações que moldaram meu caráter. Não fossem as crises, eu não seriam quem sou hoje.

No dicionário, a palavra crise é definida como “Conjuntura ou momento perigoso, difícil ou decisivo.”
“crise”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2020 [consultado em 15-06-2020].

Porém há quem aposte em uma mudança de paradigmas tal qual foi o Renascimento na Europa do século 16. Especialistas explicam que os períodos de crise começam com um catalisador –uma faísca ou evento que ameaça o colapso social. Dizem ainda que períodos de crise dessa magnitude, como uma pandemia, inevitavelmente dão origem a novas ordens sociais.

“Na Renascença, começou-se a pensar na importância dos seres humanos. Esta é uma das principais características do Renascimento: o homem é o centro do mundo. Por esse motivo, os pensadores dessa época foram chamados de humanistas. O humanismo valorizava a vida na Terra, e os humanistas queriam compreender o mundo a seu redor. O espírito de investigação e pesquisa levou também ao renascer das ciências. De modo geral, na Idade Média os estudiosos buscavam apenas nos livros os seus conhecimentos científicos. Na Renascença, os pesquisadores ultrapassaram o que era ensinado nos livros e começaram a fazer experimentos e observações.”

O Renascimento | Escola Britannica

Nós fomos feitos para renascer todos os dias. Para construir soluções, inventar coisas, tirar ideias da cabeça e depois do papel. Em todas as crises, e mesmo nesta que certamente é uma das mais graves que conheci, nunca reclamei. Tive e tenho tristezas, mas não a ponto de me fazerem desistir da minha missão. Tenho a fé, enfrento tudo de novo e garanto: vocês não vão me ouvir reclamar.

As crises sempre me inspiraram a criar. Criar para quem precisa, ajudar os que não podem. As crises me forçam a sair do lugar-comum. E, não fosse assim, eu não seria tão forte. Aqui gosto de citar as lições de José, no Egito.
[Link]

A Bíblia relata que ele foi um jovem que servia ao Senhor e, mesmo assim, teve a vida marcada por grandes injustiças. Mas, apesar de todo mal que fizeram contra ele, decidiu agradar a Deus, não se deixando ser paralisado por circunstâncias nem por pessoas. É uma história rica de ensinamentos que podemos aplicar perfeitamente aos dias atuais:

1 – Paciência: em meio a tempestades, confie na promessa que virá adiante.

2 – Liderança: demonstre sua força e as pessoas vão se sentir encorajadas com seu exemplo.

3 – Sabedoria: todas as dificuldades pelas quais passamos, quando estamos no plano divino, são para nos ensinar. Aprenda com cada momento.

Não importa quando, tudo tem seu tempo. Quando Josué chegou à Terra Prometida, estava com mais de 80 anos.  [Link]Naquele momento ele renasceu. Eu comecei a minha mais importante história aos 50. Cada ser humano tem a sua missão. Por pior que seja o cenário, 2020 não se perdeu. Ele será o ano em que ganhamos a chance de mais um Renascimento.

Inocência Manoel

#todosportodos #semdeixarninguémparatrás #covid10 #nãodesista #pactoglobal #unglobalcompact #fé #sabedoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s