CONSELHEIRA DA CNTU

Tomei posse no Conselho Consultivo da Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU), no dia 16 de agosto, durante a 14ª Jornada Brasil 2022.

Agradeço a confiança Diretores e integrantes da CNTU. Me sinto honrada por integrar tão nobre Conselho. O convite chegou num momento onde estou reposicionando minha vida, e tenho certeza, veio em reconhecimento ao engajamento social, pela visão empreendedora e estímulo na luta como empresária, que sempre trabalhou na perspectiva de crescimento com geração de renda e ocupação. Embora engajada no debate das transformações sociais que atravessa à sociedade brasileira, principalmente a indústria 4.0 (inovações tecnológicas na produção e no trabalho), acompanho também o impacto que tais inovações estão fazendo nos modos de viver e pensar em um mundo hiper conectado.

A 14ª Jornada Brasil 2022, realizada pelo CNTU, debateu as muitas interrogações da 4ª Revolução Industrial, que certamente traz grandes benefícios na produtividade, mas também resultados que, no médio prazo, se não houver grandes investimentos em ciência e tecnologia, com formação e capacitação, principalmente de jovens e mulheres, e incentivo a pequena e média indústria nacional, pode agravar ainda mais a situação de desemprego no país.

Reproduzo aqui um trecho da Carta Aberta aprovada na plenária do evento que empossou os conselheiros:

“[…] Somos a favor das inovações técnicas como instrumentos de melhoria da vida e da produção de bens e serviços. Não podemos abrir mão de decidir como queremos viver e não podemos entregar à tecnocracia o poder de definir sozinha os meios e as formas de existência, pois o bem viver é o que mais importa aos povos. Portanto, a inovação técnica deve ser seletiva e racional, favorecendo o bem-estar social e o equilíbrio socioambiental.  

É nesse sentido que a CNTU, apoiada em suas federações e sindicatos filiados e em seu Conselho Consultivo, se propõe atuar. Assim, diante das transformações trazidas pela Revolução 4.0, essa ampla rede de lideranças pelo progresso social e pela democracia defende:

1) políticas públicas que limitem excessos técnicos abruptos contra a estabilidade dos trabalhadores e da vida humana;

2) políticas de proteção social frente ao desemprego estrutural decorrente das inovações tecnológicas;

3) políticas de orientação, formação e qualificação dos trabalhadores frente às transformações tecnológicas;

4) estudo de janelas de oportunidades para a geração no Brasil de conhecimentos, negócios e trabalhos no contexto da revolução tecnológica em curso;

5) adoção pelas entidades sindicais de técnicas inovadoras para melhorar seu desempenho e
participação democrática;

6) esclarecimento e orientação em prol da saúde, da educação, da solidariedade e da dignidade frente às transformações materiais e existenciais promovidas pela expansão técnica.

Com determinação, esperança e luta vamos contribuir com o debate de ideias, a formulação e a implementação de políticas que coloquem o avanço tecnológico a serviço da cooperação internacional pela preservação do planeta e da promoção da paz entre os povos e nações. Estejamos atentos e fortes. São Paulo, 16 de agosto de 2019.(veja íntegra)

A batalha é árdua, mas, somos fortes, e muitos, na defesa da vida digna e da democracia.

Inocência Manoel – Sócia Fundadora INOAR Cosméticos e Diretora de Marketing e Inovação.

INOCENCIA

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s