Liderar é ter empatia

Engana-se quem pensa que os líderes são aquelas pessoas prontas para qualquer batalha. A liderança, especialmente nos momentos de crise, se mostra quando pessoas conseguem ver novas perspectivas, e conseguem criar apesar dos tempos difíceis.

Mais do que isso: quando sentimos as dores dos outros.

Tem sido assim nos difíceis anos de 2020 e 2021, com a pandemia do novo Coronavírus. Porém faço aqui uma importante reflexão sobre ter empatia, antes de ter qualquer outra coisa.

A grande crise sanitária e financeira que afeta o mundo deixa, sim, algumas lições. Aquelas que não aprendemos antes, e que por isso precisamos aprender no pior cenário.

Nós precisamos, todos, nos reinventarmos para seguir em frente. Mas nunca podermos ser guiados pela crise. Como empresaria, eu só posso acreditar numa gestão humanizada para continuarmos existindo como empresa. Na Inoar tivemos que pensar e agir rápido desde o primeiro dia. Olhamos para dentro da “nossa casa”, para os nossos colaboradores.  Não medimos esforços para oferecer condições ideais de trabalho, colocando o público corporativo em trabalho remoto e reorganizando as áreas de adensamento da companhia, para que aqueles que tivessem que estar em seus postos pudessem fazer isso com segurança.

A agilidade e o pioneirismo sempre foram algumas das maiores características da Inoar. A empresa já vem, há anos, trabalhando novos conceitos de produtos, todos eles botânicos e veganos, e além disso realiza ações alinhadas com o Pacto Global da ONU, para o desenvolvimento sustentável. Num momento de crise como o da pandemia, estes valores foram revistos por toda a sociedade.

De acordo com a ABIHPEC,  (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos), 35% dos brasileiros começaram a comprar pela internet ou aumentaram o volume de compras online depois da pandemia e esse é um movimento que permanecerá. Os números mostram que o fato de o brasileiro estar mais tempo em casa aumentou a busca por produtos para a realização de pequenos rituais de autocuidado em casa. Mas isso a gente já sabia. Estarmos atentos ao mercado e termos produtos para melhorar a vida e o planeta já eram uma premissa da empresa, que só se fortaleceu.

Fortalecendo os valores da empresa, também temos a necessidade de ajudar as linhas e frente e populações que mais sofrem. Desde o início da pandemia, a Inoar já realizou milhares de doações de produtos e cestas básicas para instituições sociais, hospitais, Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA), além de parcerias com organizações não governamentais.

Tudo isso manteve a viabilidade da indústria com dignidade. Os empregos estão sendo mantidos, a Inoar mantém seus colaboradores e a produção garante a sustentabilidade em um momento em que muitas empresas começaram a dispensar seus funcionários.

Aprendemos muito nos tempos de pandemia. É quando você vê a Missão, Visão e os Valores de uma empresa saindo do papel, para se tornarem ações reais e tangíveis, que as empresas devem mostrar aquilo que preconizam. Não podemos ficar no discurso, temos que partir para a ação, sempre.

A solidariedade é uma emergência, especialmente nestes tempos. Como eu costumo dizer,  o melhor remédio para nossas dores é curar as dores dos outros. Só é líder quem tem essa empatia.

Inocência Manoel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s