Animais no ambiente de trabalho: saiba por que eles podem mudar positivamente a rotina – e talvez até mesmo as pessoas.

Quem me acompanha nas minhas redes sociais tem visto alguns vídeos que venho compartilhando com animais sendo incríveis – como sempre são. Há tempos eu digo que eles existem para nos ensinar a sermos pessoas melhores. Na minha vida toda, meus cães, por exemplo, foram mais do que animais de estimação. Eles são parte do meus dias felizes, dos meus dias desafiadores e, por vezes, é observando a natureza que encontro a saída para muitas questões.

Por não falarem, os animais fazem com que a gente aprenda a observá-los. A prestarmos atenção em seu comportamento e, através dele, entender suas vontades, seus medos, suas alegrias. Isso nos ensina a “ler” os sentimentos, a estarmos mais conectados com a natureza, com o que realmente importa. E levamos isso para a nossa vida, pois desenvolvemos a capacidade de entender também as pessoas – muitas vezes elas também não sabem falar sobre seus sentimentos.

A Inoar construiu seus pilares com base no respeito à vida dos indivíduos, da natureza e dos animais. Muitas das pessoas que fazem parte da nossa história se identificam com a nossa filosofia. Essa cultura da empresa é algo que me orgulho de ter construído junto com os produtos. E em um de nossos escritórios cuidamos de cães resgatados das ruas. Quatro animais saudáveis, adestrados e que hoje têm uma vida plena e um futuro certo.

Para mim, a presença deles contribui, e muito, para a rotina da empresa e é extremamente benéfica para os colaborador.

Há pesquisas que comprovam que a interação do ser humano com animais é fundamental. Estudos da Universidade de Azabu no Japão indicaram que pessoas que têm contato com cães liberam maior nível de oxitocina (também conhecido como hormônio do amor) depois de interagirem com eles.

Segundo a Forbes, um estudo recente realizado na Virginia Commonwealth University sugere que a presença dos animais nos locais de trabalho reduz estresse tanto para os donos dos cães quanto para os não proprietários. O estudo foi realizado no Replacements Ltd, em Greensboro, Carolina do Norte.

Na Inoar vemos isso acontecendo todos os dias. Nossos cães são a alegria do escritório e os colaboradores sempre encontram um tempo para um afago.

É por isso que a convidada de hoje para contar um pouco de sua trajetória na empresa tem tudo a ver com este tema.

Aletheia Pestana

– Conte pra gente como foi seu começo na Inoar?

Tudo começou com uma promessa de Ano Novo. Sabe aquelas promessas do tipo “vou emagrecer, vou fazer exercícios, vou trabalhar mais próximo de casa”? Então… a última opção deu certo.

Iniciei o ano de 2015 procurando um novo emprego, mais próximo de casa, para que eu pudesse ter mais tempo livre e não ficasse horas no trânsito. Encaminhei meu curriculum pela Catho, para uma vaga no Taboão da Serra. Coincidentemente, também fui indicada à secretária da diretoria (Camila Muchine), por uma amiga em comum. Desta forma, fui contratada após passar por entrevistas e testes, junto ao RH e diretor geral da empresa.

Com o tempo, as outras duas secretárias tomaram outros caminhos e eu fiquei.

Conheci a Sra. Inocência alguns dias depois, quando chegou de uma viagem ao Peru. Foi muito bacana, pois ela chegou contando suas experiências da viagem.

– Quais são os desafios e aprendizados no seu dia a dia?

Meu dia a dia nunca é o mesmo, não posso me queixar de mesmice. Com o tempo, deixei parte da rotina para uma nova secretária e assumi novas responsabilidades. Acredito que meu maior aprendizado durante o tempo na Inoar foi a gestão da informação, ou seja, como juntar conhecimento de determinado assunto, organizar e dar continuidade, de forma que essas informações fiquem registradas e sejam úteis na tomada de decisão.

– Cite um dos melhores momentos da sua carreira.

Tenho muito orgulho da minha profissão, a qual exerço com muito amor e dedicação.

Não existe um melhor momento, pois todas as vezes que minha liderança demonstra confiança no meu trabalho, que uma atividade é finalizada de forma satisfatória, fico muito feliz.

– Que momento da sua jornada profissional na Inoar você leva para a vida?

Aprendo muito, todos os dias, trabalhando na Inoar.

Como diz aquela música do Ira, tanto  “nos meus dias de paz, nos meus dias de luta”, aprendi que ouvir é muito importante, que a gentileza é fundamental e que poder trabalhar com coleguinhas caninos, não tem preço. Amo o respeito que a Inoar tem para com os animais e isso é motivo de muito orgulho para mim.

Animals in the Workplace: Learn why they can positively change routine – and maybe even people.

Those who follow me on my social networks have seen some videos that I’ve been sharing with animals being amazing – as they always are. I have said for some time that they exist to teach us to be better people. In my entire life, my dogs, for example, have been more than pets. They are part of my happy days; my challenging days, and sometimes it is by observing nature that I find the way out of many issues.

By not speaking, animals make us learn to observe them. To pay attention to their behavior and, through it, understand their desires, their fears, and their joys. This teaches us to “read” feelings, to be more connected with nature, with what really matters. And we take this into our lives, as we develop the ability to understand people too – they often don’t know how to talk about their feelings either.

Inoar built its pillars based on respect for the lives of individuals, nature and animals. Many of the people who are part of our history identify with our philosophy. This company culture is something I’m proud to have built along with the products. And in one of our offices we take care of dogs rescued from the streets. Four healthy, trained animals that today have a full life and a certain future.

For me, their presence greatly contributes to the company’s routine and is extremely beneficial to employees.

There are researches that prove that the interaction of human beings with animals is fundamental. Studies at the University of Azabu in Japan indicated that people who have contact with dogs release a higher level of oxytocin (also known as the love hormone) after interacting with them.

According to Forbes, a recent study conducted at Virginia Commonwealth University suggests that having animals in the workplace reduces stress for both dog owners and non-dog owners. The study was conducted at Replacements Ltd in Greensboro, North Carolina.

At Inoar we see this happening every day. Our dogs are the joy of the office and employees always find time to cuddle.

That’s why today’s guest to share a little about her trajectory at the company has everything to do with this topic.

Aletheia Pestana

Tell us about your beginning at Inoar?

It all started with a New Year’s promise. You know those promises like “I’m going to lose weight, I’m going to exercise, and I’m going to work closer to home”? So… the last option worked.

I started 2015 looking for a new job, closer to home, so that I could have more free time and not spend hours in traffic. I sent my curriculum through Catho, to a position at Taboão da Serra. Coincidentally, I was also appointed to the board’s secretary (Camila Muchine), by a mutual friend. Thus, I was hired after undergoing interviews and tests, with HR and the company’s general director.

Over time, the other two secretaries took other paths and I stayed.

I met Ms. Innocence a few days later when she arrived from a trip to Peru. She was very nice, because she arrived telling her experiences from the trip.

– What are the challenges and lessons learned in your daily life?

My day to day is never the same, I can’t complain about sameness. Over time, I left part of the routine to a new secretary and took on new responsibilities. I believe that my greatest learning during my time at Inoar was information management, that is, how to gather knowledge on a certain subject, organize and continue, so that this information is registered and useful in decision-making.

– Name one of the best moments of your career.

I am very proud of my profession, which I practice with a lot of love and dedication.

There is no better time, because every time my leadership demonstrates confidence in my work, that an activity is completed satisfactorily, I am very happy.

– What moment of your professional journey at Inoar do you take to life?

I learn a lot every day working at Inoar.

As that song by Ira says, so much “in my days of peace, in my days of struggle”, I learned that listening is very important, that kindness is fundamental and that being able to work with canine friends is priceless. I love the respect that Inoar has for animals and this is a source of great pride for me.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s